Casa alugada não precisa ser sinônimo de casa sem identidade e aqui está um sobrado de 98 m2 que é um exemplo dos bons disso. Muito móvel de família, muita mão na massa, muita coragem e envolvimento são capazes de fazer qualquer mudança estrutural, como possíveis quebra-quebras, parecer supérflua. Sim, muitos problemas podem ser sanados quando a gente valoriza outros aspectos, bota coisa muito mais bacana pro olho da gente enxergar. Do mesmo modo, nem sempre é o alto investimento que fará a casa se tornar um lar, mas sim a quantidade de tempo que dedicamos com planejamento e com observação.

Uma das grandes sacadas dessa casa é o uso e abuso de texturas, que são um passaporte instantâneo pro aconchego. Além disso, o uso de cores pontuais é uma porrada quando o assunto é inserir personalidade: é como dizer em alto e bom tom a que veio. No mais, ela é um festival de misturas onde novo e antigo não fazem distinção dos anos, funcionalidade e afeto caminham lado a lado, liberdade de expressão é a palavra de ordem. Enfim, é uma casa que merece um bom reparo em cada canto porque, além de muita ideia interessante, ela tem a ginga e alegria que falta a muita casa própria.

 

Siga o Forma:Plural no Instagram e Facebook.

Fonte: Revista Minha Casa

 

Anúncios