IMG_1637_Bati a cabeça um bocado no intuito de encontrar uma maneira de me apresentar, que vá um pouco além da boa e velha ficha técnica: paulista, 42 anos, mãe da Stê ( 24 ) e do Pedroca ( 8 ), casada, publicitária. Compilar em poucas linhas é um desafio, mas vamos lá.

As cores e estampas exercem uma verdadeiro fascínio em minha vida além, é claro, dos móveis “velhinhos”. Nas horas vagas, me dedico a procurá-los e converso com eles por horas a fio até encontrar uma roupagem que julgue à altura de seus anos de vida.

Contrariando muitas vezes a opinião da maioria e as leis da Física, abarroto meu carro com mobiliário garimpado e sempre acredito que uma segunda, terceira, quarta chances lhes são oportunas. Foi justamente por conta deles que surgiu o Forma:Plural.

Quando me deparei com esse meio intitulado blog, julguei propício também publicar referências que curto e falar sobre algumas  experiências com decoração pois, além do intensivão de várias mudanças de endereço num período bem curto, minha família me proporcionou viver num ambiente bastante eclético.

Sendo neta de espanhóis, cuja avó era dadaísta mesmo sem saber, improvisar, criar e colorir fizeram parte de meu repertório desde pequena. Do meu pai, que era fotógrafo, guardei as observações sobre materiais e cores feitas em aulas pouco convencionais quando visitávamos demolições ou centros de umbanda. Mas o mérito de linkar todas essas influências e me fazer enxergar a aplicação disso tudo veio da minha mãe, quando me apresentou em 96 a Revista Micasa, com uma série de propostas de lares que me soaram muito familiares.

Encontrará por aqui referências daquilo que gosto, ideias viáveis e outras que são pura piração, não nessa ordem necessariamente! Acredito nas coisas simples, não nas simplificadas, então irá se deparar com muitos  exemplos que acho geniais e pouco prováveis de serem absorvidos como modelos ou padrões, mas que funcionam como fontes de inspiração para cada qual criar sua própria versão.

Prazer, sou a Helka Velloso.