Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

mês

outubro 2015

Essa tal simplicidade

Ela é inquietante e sempre nos faz questionar como consegue ser tão formidável com tão pouco. Transforma o trivial num algo a mais, sendo sempre muito sutil, sem fórmulas mirabolantes. Com seu caráter leve, ela é aquele imperfeito que retrata cuidado, aconchego e carinho.

apart therapy placesettings

O seu compromisso não é com copos de cristais, toalhas caríssimas ou louças assinadas, mas sim com o corriqueiro que muitas vezes não damos a menor importância. Essa tal simplicidade tem muito mais do que podemos ver, ela é uma quantidade enorme de sentimentos expressos de forma minimalista para nossos olhos.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Apartment Therapy

Parede preta

The Interiors Addict

A parede preta vem ganhando um espaço danado nos mais variados interiores, mas ainda causa uma boa polêmica, especialmente pelo receio de cair no clichê de clima de boate. Sem dúvida, ela demanda alguns cuidados para que isso não ocorra, do mesmo modo que outras cores demandam outros tipos de cautela.  

casa abril-cor-rio-o-jeito-descontraido-de-morar-dos-cariocas

A primeira coisa a botar reparo é na iluminação natural. Parede escura pede uma excelente entrada de luz pra não se tornar sufocante e pesada e também é importante pensar na iluminação adicional, como luminárias. Aliás, uma iluminação coadjuvante se destaca bravamente numa parede de tom escuro.

casa-claudia_13_evelyn-muller_com-fundo-preto

Itens coloridos são companhias excelentes, pois aliviam sua dramaticidade, assim como a madeira em diversos tons e plantas são super bem-vindas. Embora a parede preta tenha uma  presença bastante marcante, ela sabe dividir o palco, dando o devido destaque que todas as cores merecem e ainda realça muito bem as texturas.

pinterest color1

Para quem curte contrastes, ela é um prato cheio de possibilidades. Sua dose de seriedade contagia até as cores com tendência infantil e permite o mix de formas e estilos de uma maneira particular, contribuindo para manter um bom equilíbrio.

cushandnooks8

Uma parede preta camufla imperfeições, doa profundidade ao recinto, faz do banal algo sofisticado. Ela é o básico que intriga,  um verdadeiro passeio entre o elegante e o despojado.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: The Interiors Addict / Casa Abril / PinterestCush and Nooks

Aconchego pleno de vida

moodys home bed

Um papel de parede escuro com flores em tons vibrantes seria uma aposta um tanto duvidosa para o cômodo que mais pede por tranquilidade. Mas eis que se juntam a ele uma cabeceira em tom claro e com aspecto macio e uma porção de almofadas com bossa de sobra que parece sussurrar “se joga!”.  Um tímido copinho faz sua presença ser notada em função do conteúdo que carrega, enquanto o singelo vaso pendente flerta com a luz que entra pela janela. E ao cair da noite, imagino que a luminária estrategicamente posicionada permita a leitura de fábulas, crônicas, romances, poesias e ensaios, enquanto o relaxante efeito do balanço do macramê preso à parede vai trazendo o sono bem devagarinho…

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Moodys Home

Um jardim para um sem-jardim

Keltainen Talo Rannalla jardim sem espaço

Tá mais do que na hora da gente rever o conceito de jardim, especialmente por conta das metragens cada vez mais enxutas. Existe muita vida além de um quintal com grama ou exuberantes jardins verticais que preenchem uma imensa parede. Se você é um sem-jardim, não se desespere, porque com boa vontade sempre existe vaga pra vasos e, por que não, para um belo jardim no banco?

Suculentas são plantas super indicadas, pois se viram bem com pouca luminosidade, não demandam muitas regas nem exigem grandes cuidados. Mas um bom bate papo em alguma floricultura ou garden center pode te abrir novos horizontes e te fazer adotar outros tipos de plantas. Basta observar o espaço e tempo que tem disponível e a incidência de luz natural.

E se estiver estreando no convívio com as plantas, não se desiluda com algumas baixas, elas fazem parte do treinamento. Tem vezes que seguimos todas as recomendações e simplesmente não rola. Sim, plantas também têm gênio e pode acontecer de alguma delas não se entender com você. Mesmo assim não desista, persistência é um dos atributos para lidar com elas e a recompensa é sempre gratificante, porque uma casa com plantas nunca é uma casa sem vida.

Quer mais ideias de jardins possíveis? É só clicar aqui.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Keltainen Talo Rannalla

Dando a volta por cima

My White Room small

Se a falta de espaço é um inconveniente com o qual precisa lidar, então que essa lida se traduza num ambiente agradável. É aquela velha história de tirar o foco do problema e transferir a atenção para detalhes: um lustre bonitão, acessórios e roupas de cama confortáveis, prateleiras adornadas com tachinhas e enfeites mil, uma pintura colorida no teto. Talvez o ambiente pequeno seja aquela deixa perfeita pra se questionar “por que não?” e colocar em prática ideias que jamais ousaria num ambiente de grandes proporções.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: My White Room

O reino das delicadezas

 

an indian summer

De algum tempo pra cá, talvez porque o “grosso” da decoração de minha casa esteja mais encaminhado, venho me aventurando no reino das miudezas, enfeites e delicadezas. Só o ato de sair por aí deixando os olhos passearem à vontade e desbravarem novos rumos já é um estímulo e tanto, daquelas alegrias descompromissadas que valem a pena.

arquitetura do imovel

E quando garimpo esse tipo de coisas, procuro ir sem nenhum caso pensado,  apenas sigo à deriva até algo se apresentar interessante por qualquer motivo: a forma, cor, textura.Aprendi isso a duras penas, após diversas vezes sair para encontrar um vaso e, além de voltar sem o vaso, retornar com o remorso por não trazer um peso de papel bacanérrimo.

casa tres chic diverso

Não se trata de abarrotar a casa com diversas tranqueiras e se tornar um verdadeiro acumulador. A intenção, ao menos no meu caso, vem da necessidade visual de preencher algum vazio, trazer um toque de cor, atenuar algum aspecto que soa rígido. Enfim,  é criar uma espécie de camada capaz de humanizar a casa.

casa tres chic1

Nessas buscas, quanto mais se despir de pré-conceitos, melhor. Visite lojinhas de bairro, brechós, vasculhe a internet, supermercados, gardens center, lojas esotéricas e não se esqueça dos armarinhos e lojas de artesanato, afinal às vezes o que falta é só um tapa em alguma peça que já possua.

casa vogue comp

E não tenha receio de experimentar, de juntar uma bijuteria com uma vela, uma planta natural com uma flor de araque, um objeto de antigamente com uma peça contemporânea. Fórmulas certeiras não passam de lendas. Se a mistura for capaz de colocar um sorriso na cara, tenha a certeza de que ela está perfeita!

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: An Indian Summer / Arquitetura do Imóvel  / Casa Très Chic / Casa Vogue

Blog no WordPress.com.

Acima ↑