Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

mês

outubro 2013

Combinações: almofadas + janelas

Beautiful Spaces and Places

byidamagntorn.elleinterior.se

casa trés chic banco

idealhouse.tumblr

my white room window

petitevanou living

planete deco 77654

zsa zsa flower

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Beautiful Spaces and Places / Elle Interior / Casa Très Chic / Ideal House / My White Room / Petitevanou / Planete Deco / ZsaZsa Bellagio

Colocando a criatividade à frente do orçamento

Nem sempre é necessária uma grande quantia para promover mudanças significativas dentro de casa. Fugindo do olhar comum e usando um pouco de criatividade, grandes transformações podem ser possíveis e a prova disso é esse lugarzinho super gracioso, onde uma tábua de cama foi transformada em prateleira, o vão de alvenaria ganhou uma boa dose de tinta e até o espelho que pertenceu à avó entrou na roda.

anabuji 1

anabuji 2

anabuji 3

A tinta é sempre uma excelente aliada para mudar instantaneamente a cara de um ambiente e muitas vezes apenas alguns detalhes pintados já são suficientes. Objetos sem uso sempre estão perdidos ou guardados, então mãos à obra: reinvente, repagine. Teste, exercite, troque um vaso por outro, mude as coisas de lugar. A mudança que espera pode estar bem perto, é apenas uma questão de juntar as peças de uma outra maneira.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Buji

Atiçando a memória

casa aberta 1

Já parou para avaliar o porquê de gostar ou não gostar de um determinado ambiente? Quando batemos o olho num determinado espaço, de uma forma ou outra alguma coisa ele nos conta. Claro que existem aqueles que são avassaladores, capazes de  resgatar um cheiro, trazer à tona uma história, despertar uma sensação boa.

casa aberta 2

Acho que isso tem a ver como nossos sentidos trabalham com a nossa memória. A maneira como o todo é lido, de acordo com nosso repertório pessoal, é capaz de tornar o que vemos agradável, uma experiência ruim ou, pior ainda, não nos dizer absolutamente nada.

casa aberta 3

Aguçar a memória, um bom jeito de tornar nosso cafofo um lugar bacana pra viver, embora tenha trazido um restaurante para o post! Mas ele teve a competência de ilustrar o que a grande maioria tem vontade de fazer em casa: um ambiente acolhedor, com cara de interior mesmo estando numa grande cidade como SP e apenas usando itens bastante convencionais, no entanto muito marcantes.

casa aberta 4

É a chita, a parede original de tijolos, as cadeiras de madeira, a palha, as plantas. E também são os adornos, o divino, a fruteira cheia, a recordação e a coragem. Ah, sim, é preciso uma boa dose de coragem para testar e misturar tudo e fazer disso a sua própria história.

casa aberta 5

casa aberta 6

casa aberta 7

casa aberta 8

casa aberta 9

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Casa Aberta

Materiais

Seja num momento de reforma ou decoração, a pesquisa de materiais é um fator que deve ser levado em consideração, não apenas por uma questão de economia como também por conta do proveito visual que se pode tirar. Essa cozinha é uma breve amostra disso: optou por pranchas de madeira envernizadas como prateleiras, essas que encontramos em estado bruto em depósitos de materiais de construção, e mãos francesas dos modelos mais comuns que existem. Com isso, o investimento se tornou mais amigável em comparação a pranchas vendidas já com acabamento (as laminadas, por exemplo ) e ainda foi capaz de enriquecer o ambiente. Nem sempre é o mais caro que trará o melhor resultado, mas o cuidado na escolha.

alvhem 1

lvhem 2

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Alvhem

A hora e a vez das texturas

Após toda a revolução colorida que presenciamos nesses últimos tempos, na liberdade completa da mistura de estilos, na valorização de materiais brutos e originais nas construções e, acima de tudo, na relação cada vez maior do proprietário com o lugar onde reside, seja ele alugado ou não, ouso dizer que caminhamos em direção ao lar de texturas.

As texturas são visualmente elementos interessantes que atiçam o olhar e são democráticas, para gostos neutros ou ecléticos mas, mais que isso, elas expressam épocas, remetem ao aconchego, são  impregnadas por um caráter sentimental indiscutível, capazes de retratar toda uma história numa breve leitura.

Aparecem nas paredes descascadas, no detalhe daquele vaso comprado durante a viagem, no tecido guardado no fundo do baú. Elas despertam o toque, aguçam a curiosidade e quebram a monotonia de forma singular. Se a ideia é viver num alicerce com alma e num interior cheio de expressão, cerque-se das mais variadas texturas. E, pra dar uma mãozinha, uma casa de 58 m2 que é um belo exemplo de como fazer isso.

micasa 1

micasa 2

micasa 3

micasa 4

micasa 5

micasa 6

micasa 7

micasa 8

micasa 9

micasa 10

micasa 11

micasa 12

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Micasa

Só na textura

As texturas merecem um destaque muito especial, afinal caminham bem entre os neutros e coloridos, conferem uma riqueza de detalhe e ainda preenchem de maneira única qualquer lacuna visual. Pretendo deixar esse assunto para um próximo post mas, enquanto ele não chega, separei uma foto que elucida seu uso de uma forma bem bacana.

chic deco

Papel de parede com textura + tinta da mesma cor do móvel. O efeito é muito discreto e elegante, perfeito para quem pretende customizar qualquer peça sem criar um grande contraste. Por aqui, revesti dois móveis com o laise, aquele tecido todo furadinho. Também funciona super bem, pois o tecido é bastante poroso e facilita a absorção da cola, além de possuir uma grande diversidade de padrões. Outra alternativa é partir para os papéis de scrapbook com relevo.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Chic Decó

Suporte para cabeceira quase ilustrativo

ida interior lifestyle 9932

Digo quase porque ao menos um livro aberto ele acomoda. Fora isso, não vai muito além do que está exemplificado na foto. Mas tem momentos em que a gente quer mesmo é apenas encantar os olhos e isso ele cumpre em grande estilo.

Não é difícil encontrar o modelo dessa casinha em MDF em lojas de artesanato e o resto fica a critério do freguês: tecido, tinta ou adesivo e adornos. A ideia pode se estender para outros cantos da casa onde falta uma alegria à toa.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Ida Interior Lifestyle

Sobre cactos e suculentas

da6b978cf637b03e1a638ae062added1

De áreas externas a internas, em solos pobres, sob chuva ou sol, lá estão os cactos e suculentas, as espécies mais total-flex das quais tenho conhecimento e pelas quais cultivo uma profunda admiração. Grandes sobreviventes, sem elas com certeza meu início de carreira com as plantas teria sido um verdadeiro fracasso e totalmente desestimulante.

design files

Muitas vezes deixadas de lado por seu aspecto árido, são perfeitas para suprir a falta de um acessório em qualquer recinto e inclusive funcionam perfeitamente para ser um item a mais numa composição de objetos.

decorology 2

E, quando agrupadas, são capazes de criar incríveis cenários de cores e formas.

entermyattic.blogspot

A variedade é enorme, com espécies cheias de personalidade, sendo que todas demandam cuidados mínimos, sendo inclusive capazes de viver bem nos mais inesperados recipientes.

571ce9880475741b723a96ddaaa1aba9

glanerie moderne

Com suas formas bem características, é o tipo de planta que mais permite o uso da imaginação quando o assunto é elaborar uma apresentação interessante.

home sweet home

http-::www.pinterest.com:pin:474918723175877680:

pinterest.com:tunitana:en-casa: 1

Zilverblauw

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: A Beautifull Mess / Design Files / Decorology / My Attic / Pinterest / Glanerie ModerneZilverblauw

Home office “de esquina”

E ainda por cima tirando partido do espaço embaixo da escada. Projeto interessante e simples pra caramba: prateleiras em “L” formam duas áreas de trabalho e as demais acomodam o arsenal necessário, nesse caso apenas decorativo.

design sponge 1

Aliás, o capricho com a decoração foi o que não faltou nesse espaço, desde a escolha das cadeiras, tapete e acessórios até um pequeno detalhe de tecido bastante discreto na parede. Olha aí:

design sponge 2

Dá pra recriar fácil, fácil um desses em casa, hein?

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Design Sponge

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑