Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

mês

fevereiro 2014

Uma cabana de possibilidades

Com o feriadão batendo à porta, a gente sempre tem no mínimo duas oportunidades: viajar para um lugar bacanudo, para levar os olhos para passear, ou curtir a cidade grande com ruas tranquilas e aproveitar para garimpar muita coisa e colocar a mão na massa. Pois bem, a referência que trouxe hoje é um pouco das duas coisas: uma cabana com clima de feriado cheia de ideias pra gente aplicar no cafofo.

Tirando partido de um terreno de 36m2 onde havia um gazebo, a designer de interiores Monica Hulme resolveu construir uma cabana para sua filha. A construção é bastante simples, onde a madeira e alvenaria foram recursos bastante empregados, assim como uma técnica bem antiga, a caiação de paredes.

foto 1

foto 2

É uma solução eficiente e econômica e dá pra preparar a pintura caiada em várias cores. Mas esse é apenas o começo… Com boas sacadas, como estrados com colchões de solteiro desempenhando a função de sofá e, quando unidos, assumindo o caráter de uma cama de casal, a pouca metragem deixou de ser um problema.

foto 3

foto 4

Com uma alvenaria muito bem calculada, tudo se encaixa e não falta vaga para nada, até mesmo existe um espaço para o computador.

foto 9

foto 10

Certamente foram os pequenos detalhes que agregaram muita graça. Tecidos coloridos, objetos certeiros, plantas. E isso não quer dizer que é preciso investir grandes somas, mas sem dúvida disposição é indispensável, ela até faz móvel antigo ficar novo outra vez, geladeira velha virar sonho de consumo e também faz cortina virar marcenaria.

foto 5

foto 6

foto 7

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Casa Abril

Anúncios

De araque

Um corredor, mesmo que estreito, mas abençoado por grandes janelas, não é o tipo de espaço que deve ser desprezado. Aliás, todo centímetro em qualquer lugar merece ser desfrutado e, se puder criar um clima “pé pra fora”, daquele capaz de suprir um quintal que falta, vá em frente, mesmo que isso signifique apelar para o lado artificial: grama sintética.

micasa grama araque

A combinação da grama de araque com as plantas naturais deu origem a um ambiente delicioso, que não demanda grande manutenção e resgata o verde que faz falta na vida de muita gente. Uma ideia que facilmente pode ser transportada para varandas e, para os mais ousados, até para outros cantos da casa.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Micasa

Aprendendo com uma pequena cozinha

planete deco textura cozinha

1. É possível ter mais de um revestimento em pequenos espaços, basta ter cautela em relação às cores.

2. Para uma quantidade considerável de branco não ficar monótona, aposte nas texturas, aqui retratadas nos tijolos, nos azulejos, na madeira, no papel de parede.

3. Disfarçando o tamanho: invista em elementos interessantes, fora do senso comum para chamar a atenção. Aqui, o papel de parede e o pendente desempenham bem essa função, fazendo com que reparemos que a cozinha é estreita bem depois.

4. Iluminação é fundamental em qualquer lugar, mas especialmente nos ambientes menores. Além da ajuda da luz natural, temos luzes específicas para cada função.

5. Móveis planejados de linhas retas fizeram essa parede se transformar num único volume, deixando o visual muito mais limpo.

6. O clássico kit “pendente+mesa de madeira+prateleira”, seja qual for o tamanho da cozinha, sempre a torna um recinto mais aconchegante, com cara de sala de estar.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Planete Deco

Em azul

foto 1 - la vie en rose

foto 2 - stadshem 2

foto 3 - Z potrzeby piękna..

foto 4 - mi rincon aracell blue

foto 5 - noir blanc

foto 6 - cosas 1

foto 7cosas de palmichula

foto 8desire to inspire blue

foto 9

foto 10cosas

foto 11desire

foto 12garden-patio-designrulz-30

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: La Vie en Rose / StadshemZ Potrzeby Piękna / Mi Rincon Aracell / Noir Blanc / Cosas de Palmichula / Desire to Inspire / Casa Abril / Design Rulz

Feito à mão

Image-1

Não é pelo custo, é pelo prazer de executar, arejar a mente, incluir pensamentos naquilo que é palpável. Seja lá qual for a técnica que domine, o exercício do fazer com as próprias mãos uma almofada, um arranjo de flores, um saquinho para perfumar as roupas, renova a gente e a casa.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui

Mesa de centro redonda

Sempre cultivei o gosto pelas mesas de centro retangulares, até o dia em que adotei uma redonda. Embora esteja a utilizando na posição lateral, já deu pra sacar que sua versatilidade é muito maior que os demais formatos, principalmente nos espaços mais modestos. Muito mais anatômica, num momento que precisamos deixar vaga a área de circulação, ela se encaixa bem em qualquer cantinho, permite um layout mais arrojado e mais solto, até parece criar um movimento no espaço. Pode ser posicionada um pouco mais à esquerda ou direita do sofá sem dar a sensação de desequilíbrio, talvez por isso a considere como sendo o modelo ideal para um sofá em “L”. Enfim, é uma peça que vale pensar bem a respeito, afinal pode ser facilmente inserida em outros cômodos da casa depois de vencido seu prazo de validade na sala.

bright bazaar

101 Woonideeën paleta simples

casa abril mesa

decoratrix1

decordots

decorology.blogspot.com.br:

design files

freshome

http-::www.pinterest.com:yallen:i-d-like-to-live-here:

pinterest

planete deco

poppytalk 4g

sfgirlbybay.com

torbulences déco étnica

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Bright Bazaar101 Woonideeën / Casa Abril / Decoratrix / Decordots / Decorology / The Design Files / Freshome / Pinterest / Planete Deco / Poppytalk / SF Girl by Bay / Turbulences Déco

Trazendo o verde pra dentro

rioetc

Seja através da criação de grandes aberturas, onde a janela se transforma num quadro revelando uma árvore plantada na calçada ou que o verde entre por portas que se abrem totalmente para uma varanda, pode ser que ele surja pela ocupação daquele corredor estreito que só comporte uma vegetação trepadeira ou que apareça em doses mais tímidas espalhadas em vasos. Pouco importa a forma como isso aconteça, ele sempre será capaz de preencher qualquer espaço com muita vida.

casa abril 321

bright bazaar yellow

casa abril balcony

casa abril janela

casa abril jardim externo

casa abril gazebo

casa abril alugada

casa abril

casa claudia 8843332

chic deco living

jurnaldedesigninterior3

ideal house open

home-designing.com

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: RioEtc / Casa Abril / Bright Bazaar /Chic Decó / Jurnal de Design Interior / Ideal House / Home Designing

Mobiliário e soluções versáteis

Não vou falar sobre móveis que podem assumir mais de uma função, embora algumas das peças que apresentarei aqui poderão sim ter mais de uma utilidade, mas o intuito é falar sobre peças com o conceito de improviso e faça você mesmo. Assunto bem delicado esse, afinal o sucesso ou derrota completa de uma peça com essa característica está super ligada à execução e principalmente ao contexto onde está inserida. Então, antes de adotar ou não a ideia, dê uma boa avaliada ao entorno, por outro lado lembre-se que muitos materiais poderão ser substituídos ou receber outros tipos de acabamentos a fim de melhor se adequar.

Começando pela estante, sonho de consumo de muita gente que possui uma série de objetos e livros para expor. Com blocos de cimento e pranchas de madeira é possível criar seu próprio exemplar:

casa haus

pinterest

Divisória para ambiente, outro item bastante requisitado atualmente, e que pode ser sanado com caixas plásticas organizadoras:

casa abril estante 3

casa abril estante 1

casa abril estante 2

Com pedras empilhadas e, novamente recorrendo à ajuda da boa prancha de madeira, poderá contar com um aparador bem baixinho, que contribuirá para não deixar passar batido um cantinho especial da casa:

casa abril

Agora um projeto que exige um pouco mais de habilidade e talvez o que mais se encaixe a desempenhar múltiplas funções, um caixote de madeira adornado com ladrilhos hidráulicos:

regardsetmaisons

regards

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Casa Haus / Pinterest / Casa Abril / Regards et Maisons

Simplificando a vida

Nem sempre se trata de uma questão de escolha, mas de necessidade, principalmente quando se tem disponíveis apenas 40m2 para chamar de lar. Como a maioria das alternativas encontradas para driblar a falta de espaço e fazer com que a iluminação flua sem barreiras, as paredes desse pequeno apê também deixaram de existir, ficando apenas o banheiro e o cantinho da bagunça como recintos reservados, sendo que esse último ainda entrou em cena ajudando na divisão de ambiente. A sensação de amplitude foi ainda mais explorada através do uso da cor branca que cobre paredes e piso, mas o pulo do gato surgiu com a inserção de pranchas de compensado e alguns móveis de madeira, que enriqueceram o ambiente com suas texturas, além de poucos e pontuais objetos que lhe trouxeram uma baita graça. Enfim, um projeto bem bacana de diagramação e uso de marcenaria simples, funcional e com materiais acessíveis, perfeita para ser aplicada também em espaços difíceis.

wonen: mini studio foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio foto: Lisa Van Damme

foto 3

wonen: mini studio  foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio  foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio foto: Lisa Van Damme

wonen: mini studio  foto: Lisa Van Damme

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: My Scandinavian Home / Roomed

Blog no WordPress.com.

Acima ↑