Pra animar a segundona

14 de abril de 2014 § 9 Comentários

foto1

Fico bem feliz quando encontro uma casa especial, principalmente numa segunda-feira com uma baita garoa. Por que essa casa é especial? Oras, é só olhar pra ver como ela tem movimento, como é viva em cada espaço. E ela também tem boas ideias, com uma lousa preta muito usada, prateleiras com trilhos recheadas de livros, tem flores, papel de parede festivo, muito branco sem a mínima monotonia. E tem uma mistura boa de se olhar, uma meia parede que divide a cozinha, um piso lindo de morrer, uns móveis que teria na minha casa. Tem até humor, bom humor diga-se de passagem, e tudo isso em 67m2.

MK2

foto2

foto3

foto4

foto5

foto6

foto7

foto8

foto9

foto10

foto11

foto12

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Nicety Livejournal

 

Almofada sem intimidade com linha ou agulha

11 de abril de 2014 § 6 Comentários

Tenho almofadas em penca aqui em casa, são boas pra caramba pra gente se jogar, proporcionam uma preguiça gostosa e possuem um talento indiscutível pra dar um tapa e mudar o visual rapidinho. Mas confesso que tenho uma boiada: minha mãe as costura pra mim. Então surto à vontade com panos, invento almofadas cheias de recortes, de todos os tamanhos e formatos.Mas, e se não fosse assim? Bom, teria pelo menos 3 alternativas: aprender a costurar, comprar capas de almofadas prontas ( sem dúvida, isso limitaria bastante a quantidade por conta de $$$) ou arriscaria numas almofadas assim, de gente que não se aperta:

creaturecomforts pillow

No blog Creature Comforts tem o passo-a-passo. Use e abuse de enchimentos de vários tamanhos para criar suas almofadas e lembre-se que cangas, lenços e até bandanas podem render produções bem interessantes.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

No país das maravilhas

9 de abril de 2014 § 5 Comentários

foto1

Coincidência ou não, uma das moradoras dessa casa se chama Alice. Já enxergo um universo de possibilidades, onde o que é inanimado ganha vida, onde brinda-se com bichos e se conversa com bonecas, onde tudo e todos têm a chance de se refestelar por um reino repleto de cores vibrantes. Sim, essa casa é tudo isso e mais um pouco, um catado de talentos reunidos numa reforma que durou o tempo das férias de verão, que juntou familiares e amigos, cada qual doando aquilo que sabe fazer, em prol de um lar de verdade, cuja prioridade era se tornar um local bom para se viver e para receber quem a gente quer bem. E as mocinhas donas dessa casa, duas irmãs por sinal – a Alice e a Lucy, botaram a mão na massa, acreditaram no potencial de uma casa que estava praticamente em ruínas, souberam aproveitar e destacar as marcas do tempo, garimparam móveis antigos, selecionaram bons itens novos. Bem provável que essa seja uma casa que não agrade a todos, mas a finalidade de uma casa não é causar boa impressão, mas ser um lugar onde possamos exercitar a nossa total e completa liberdade de expressão.

foto2

foto3

foto4

foto5

foto6

foto7

foto8

foto9

foto10

foto11

foto12

foto13

 

Para maiores detalhes, clique aqui no Design Files.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Home office micro e bem apessoado

8 de abril de 2014 § 5 Comentários

É a tal coisa: elegendo o mobiliário certo, na dimensão certa, tudo é possível, e ainda usando um espaço aparentemente sem serventia. Com alguns caprichos, como a escolha de uma cadeira bacana e alguns acessórios bonitões, hoje facilmente encontrados até em papelarias de bairro, só tem home office com cara de repartição pública quem quer. Pra ajudar na composição e não obstruir muito a mesa, prateleiras continuam sendo uma boa solução, aqui retratadas numa versão cheia de bossa com cintos fazendo as vezes da mão francesa.

athomeinlove1

athomeinlove2

 

athomeinlove4

 

athomeinlove6

athomeinlove7

athomeinlove8

 

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: At Home in Love

Um elogio à madeira

7 de abril de 2014 § 4 Comentários

sfgirlbybay  wood

Clara, escura, desbotada. À madeira com ou sem história, de nobre procedência ou indigente. À madeira que aquece, acolhe, que se mistura com o cromado, com o ferro, vidro e plástico. Madeira é o elemento elegante por excelência, charmoso por vocação, visualmente belo em qualquer forma. Com cor ou sem cor, com liso ou estampado, com clássico ou contemporâneo, pra sentar, enfeitar, pisar e admirar. A madeira é infalível em qualquer cenário, um material à prova do tempo e tendências.

casa abril mix adornos e livros

desire to inspire frame

athomeinlove.com

decoracao-cozinha-bistro-referans-blog-02

chic decó etnia

entrei e te conheci

etxeko

etxekodeco

home & garden 1

mackapär

making it love

planete deco

planete

decoratrix madeira

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: SF Girl by Bay / Casa Abril / Desire to Inspire / At Home in Love / Referans / Chic Decó / Entrei e te Conheci / Etxekodeco / Home&Garden / Mackapar / Making it Lovely / Planete Deco / Decoratrix

Em branco

6 de abril de 2014 § 6 Comentários

Nem entrarei no mérito sobre a generosidade das janelas, senão é muita covardia. Acho que mencionar a forma como esse apê integrou os ambientes, como povoou cada espaço e citar o uso de uma única cor em paredes e móveis já está de bom tamanho, né?

nicety1

nicety2

Aliás, foi justamente por conta disso, branco na parede + mobiliário branco, que esse apê conseguiu ter essa quantidade de móveis, prateleiras, armários planejados sem deixar o todo tumultuado. Sem contrastes, os brancos se “abraçam” e se tornam um volume único.

nicety3

Ah, mas como resolver a monotonia do reinado de uma cor só? Com toques de madeira natural, com texturas, com um sofá escuro, com um lustre discretamente colorido.

nicety4

nicety5

nicety6

Em casos como esse, onde existe um quantidade grande de móveis de linhas retas, os objetos se tornam itens fundamentais para criar um movimento e acolhimento nos recintos, ajudando a quebrar a frieza e impessoalidade. Pode ser um vaso de flor, uma abatjour datado, uma obra de arte.

nicety7

nicety8

nicety9

Parece contraditório, mas muitas vezes a impressão que tenho é de que, quanto mais se tem para ver, desde que tudo esteja devidamente harmonizado, menos se nota e se tem a sensação de espaço apertado.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Nicety Livejournal

Bancos que viram aparadores

3 de abril de 2014 § 6 Comentários

Acho que poucos ainda duvidam da versatilidade dos bancos, pois são capazes até de fazer as vezes de um aparador, com a diferença de serem encontrados a preço mais amigável, numa maior variedade de opções e ainda contribuem para deixar o ambiente com um visual mais despojado. Veja algumas sugestões de como tirar um baita partido dessa peça na função de aparador:

1 sfgirlbybay

 

79ideas_living_area_details

Bjurfors

casa trés chic

 

cepaynasi 98

decoratrix

design attractor

espcio vital

fancywindows.blogspot

jurnaldedesigninterior 3

planete deco 125

planete deco rus

planete deco

 

Mais ideias com bancos aqui.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: SF Girl by Bay / 79 IdeasBjurfors / Casa Très Chic / Cepaynasi / Decoratrix / Design Attractor / Espacio Vital / Fancy Windows / Jurnal de Design / Planete Deco

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 105 outros seguidores