Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

6 salas, 6 aprendizados

De tudo a gente pode tirar uma boa lição, basta ficar bem esperto nas referências as quais estamos expostos constantemente. Salas, por exemplo, vemos aos montes por aí, uma mais bacana que a outra, e certamente elas têm uma porção de ideias que podemos levar pra dentro de nossas casas.

damask et dentelle sofa

Uma grande peça pode “salvar” todo o resto

Sim, peças de grandes dimensões inevitavelmente chamam a atenção. Então, que tal tirar proveito disso e ainda reforçar um pouquinho com uma cor bem bacana? Isso te ajudará a economizar em muitos acessórios e demais firulas no entorno, sem deixar de criar um espaço bem marcante.

design sponge sala

Vida e aconchego

Umas das características mais prazerosas pra se ter em casa é a vivacidade, é sentir que um ambiente pulsa, que não é meramente figurativo. Nesse quesito, plantas são fantásticas, é um ser vivo bem pertinho que ainda contribui com texturas e até cores. Além disso, os elementos orgânicos também são bons companheiros, pois são capazes de doar um aconchego incrível.

desire cor

Ânimo

Cor é sempre o caminho mais curto para deixar qualquer espaço mais animado. Tem um móvel carrancudo? Tinta nele! O sofá tá bege? Almofada colorida nele! O piso anda caído? Tapete estampado nele! E assim, com boas doses de cor, tudo se torna contagiante.

oh joy color

Jovialidade

Madeiras claras com cores abertas e toques de dourado ou cobre. Essa é uma “receita” que ultimamente tem rodado muito por aí e capaz de reduzir muitos anos num ambiente. E alguns aspectos interessantes dessa combinação é que o rosa perde sua característica extremamente romântica e tanto o dourado quanto o cobre perdem seus aspectos arrogantes.

oh joy colors

Sem medo de ser feliz

Já faz muito tempo que caducou a proposta de tudo combinando, finalmente vale tudo: sofá com poltrona diferente; sofá com banco; cores distintas e berrantes! Se agradou seus olhos, é isso que interessa, o negócio é ser feliz com aquilo que te faz feliz.

turbulences deco pufe

Carta na manga

Peças coringas são itens indispensáveis dentro de uma casa, salvam a pele em inúmeras situações e, acredite, evitam o stress. Pode ser um aparador que num dia de festas se transforma em bar, um banco que vira mesa lateral no momento oportuno ou ainda pufes como os que estão acima, que geram acentos extras quando necessário e ainda fazem super bonito na composição geral.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Damask et Dentelle / Design Sponge / Desire to Inspire / Oh Joy! / Turbulences Deco

Uma sala de encher os olhos

housebeautiful

Tem jeito não, a gente sempre acaba botando reparo na sala quando entramos numa casa, até porque é normalmente nela que somos recebidos e passamos um tempo maior. Uma sala bacana deixa sua marca registrada, é capaz de contar o interesse das pessoas que ali habitam ou passam por ela e também tem aconchego extra, dando aquela vontade de ficar por lá durante horas a fio. Essa é uma delas! Riquíssima em objetos que narram histórias, com vagas para um bom bate-papo ou mesmo um convite à preguiça, que durante o dia é uma e que, quando os abajures se acendem, deve ganhar uma atmosfera totalmente nova. Uma sala que é um devaneio de ideias que podem muito bem funcionar dentro de nossas casas e ainda fazerem um sucesso danado. Uma sala de gente que não tem receio de expor seus gostos e que é muito feliz.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: House Beautiful

Do quarto para a cozinha

my scandinavian home

Vivemos a época de rever conceitos em virtude de inúmeras situações as quais estamos expostos: jardim, em função das metragens cada vez menores; a mistura de estilos convivendo num mesmo ambiente; projetos comerciais que invadem residenciais e vice-versa; e, claro, o conceito de função do mobiliário. Não tem mais essa de que determinado móvel projetado para determinada função não possa mudar de ideia no meio do percurso. Uma cômoda, por exemplo, perdeu a serventia no quarto / closet e a partir daí se tornou uma inválida? Basta pensar um pouquinho fora da caixa para lhe arranjar uma vaga na cozinha e, junto com mais algumas prateleiras, dar-lhe status de armário de cozinha, com a vantagem de ter um charme extremamente peculiar. E isso se aplica a outros mobiliários, ajudando a trazer uma dose extra de identidade e autenticidade para qualquer recinto.

my scandinavian home 1

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: My Scandinavian Home

Móvel vestido

IMG_9941

Móveis velhinhos, essa é uma das minhas paixões, e das grandes! Já pintei com cores de doer os olhos, desenhei, raspei a pintura pra criar um efeito detonado…Foram tantas as técnicas e pirações, que nem sou capaz de me recordar de todas elas. Mas uma delas, em especial, costumo usar quando o tempo anda curto e a ansiedade enorme: revestir móvel com tecido. Além dessa técnica ser bem mais rápida que uma pintura, ainda permite inúmeras possibilidades, como revestir um móvel inteiro ou apenas um detalhe. Ah, e a variedade gigante de estampas pra gente ficar naquela baita dúvida? Se já enxergou uma peça meio caidinha por aí, que rapidinho ficaria lindona com um tecido simpático, aqui e aqui têm algumas inspirações e dicas de como fazer.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Conquistando um home office bacanudo

casa vogue office

Trabalhar home office já é a realidade de muita gente e um dos dilemas é traduzir todo o conforto do lar doce lar em produtividade. Embora seja uma alegria não ter que encarar trânsito e até mesmo poder trabalhar usando pantufas, é necessária uma baita disciplina pra manter o foco e não cair em algumas tentações, como um sofá te chamando após o almoço. Fora isso, existem algumas coisinhas que melhoram ( e muito ) a produtividade e criatividade, como por exemplo a escolha do local de seu home office.

EddieInChairs

Se puder escolher, quanto mais tranquilo e reservado o local, melhor. Mas, se não der, o jeito é abraçar e fazer o melhor com o que se tem. No entanto, em todos os casos, um ponto é fundamental: observar as dimensões. Analise com cautela o espaço disponível antes de sair comprando mesa e cadeira, pois isso aumenta a chance do projeto te atender da forma mais adequada e não rolar uma super frustração.

Keltainen talo rannalla

Mesmo que seu espaço comporte uma mesa bem grande, onde dá pra espalhar um montão de coisas, lembre-se que organização é um adianto na vida. Então, tente incluir armários, prateleiras ou caixas que te ajudem nessa árdua missão de manter tudo nos trinques.

Keltainen Talo Rannalla 1

Depois do espaço definido, com móveis que deixem o home office confortável e funcional, é a hora de deixá-lo com sua cara, afinal de contas um ambiente bacana contribui horrores pra labuta rolar mais suave e animada. Pinte uma parede de sua cor favorita, acrescente fotos e quadros. Se esse espaço for carente de iluminação natural, capriche na escolha de luzes adicionais que podem doar um charme extra e ainda auxiliar quando a jornada de trabalho se estender um pouco mais. Na falta de janela, crie a sua com uma foto panorâmica e não esqueça que tapetes são partidos perfeitos para aquele abraço bem gostoso. E, claro, plantas e flores também são companhias muito bem-vindas!

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Casa VogueEddieInChairsKeltainen talo rannalla

Parede escura

Sköna Hem

Uma parede escura é um passaporte imediato para o despertar dos detalhes. Parece mágica, mas as estampas, as flores, os contornos dos objetos se destacam bravamente numa parede de cor escura, sem dizer ainda da elegância ousada que só ela sabe ter. Ah, e junto com a madeira? É um casamento perfeito! Claro que ela tem lá suas exigências, como uma boa entrada de luz natural para não tornar o ambiente pesado demais, mas ela retribui de uma forma fantástica tornando todas as cores muito mais “acesas”. Para ares mais contemporâneos ou sóbrios, com diversos estilos de decoração, a parede escura é um recurso que vem provando dar super certo e aquele quê de extravagância que tira qualquer recinto do lugar-comum.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Sköna Hem

Varanda com pinta de jardim

casa e jardim

Não é preciso um jardim gramado para ser feliz. Aliás, esse conceito de jardim está mais do que na hora de ser revisto a fim de evitar frustrações em tempos modernos de metragens em extinção. Uma varanda ou algum micro espaço de bobeira, desde que tenha uma boa entrada de luz natural, pode muito bem trazer aquela energia bacana de quando estamos cercados pelas verdinhas. A tarefa é a seguinte pra dar aquela ludibriada básica: cenografia! Diversos vasos, de diferentes tamanhos e espécies, tanto no chão quanto pelas paredes, dão o tom necessário de jardim. Incrementar o piso com decks, pedriscos e até mesmo grama artificial também é um recurso legal pro pacote jardim fake ficar muito mais convincente. No mais, se o espaço permitir, é investir em mobiliário para relaxar o esqueleto e numa iluminação bem caprichada pra atmosfera ficar muito mais aconchegante.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui.

Fonte: Casa&Jardim

Como a luz da manhã

 

planete deco 2

Bom demais encontrar casas assim: cheias de coragem, vida e com regras que só dizem respeito a elas mesmas. Casas forradas de “bijuterias” para que os olhos sempre se sintam alegres e cultivem o clima de festa, mas que também sabem criar num estalar de dedos uma atmosfera para se curtir uma boa preguiça. De detalhes simples e despretensiosos, casas que priorizam o passar do tempo bem devagarinho, que estão prontas até chegar a próxima mudança e que renascem a cada dia.

planete deco 3

planete deco 4

planete deco 5

planete deco 6

planete deco 7

planete deco 9

planete deco 10

planete deco 12

planete deco 13

planete deco 14

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui.

Fonte: Planete Deco

Planta iluminada

oh joy!

Essa é daquelas ideias mega simples e que surtem um resultado fantástico: vaso de planta + luzinhas de Natal! Uma casa com plantas é aquela que nunca está vazia e, sempre que rola uma dúvida de que adorno usar, pode crer que um vaso com um exemplar verdinho jamais fará feio. Luz adicional, por sua vez, sempre provoca um efeito bacana e aconchegante, em todo e qualquer espaço. Então, podemos dizer que essa união é mais do que bem-vinda, seja pra decorar e iluminar uma prateleira, uma mesa ou, em versões de vasos maiores, um canto meio adormecido da casa.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Oh Joy!

Blog no WordPress.com. | O tema Baskerville.

Acima ↑

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 190 outros seguidores