Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Categoria

Pessoas

Oscar Niemeyer

P000091

Grande mestre da imaginação, fez do alicerce uma arte, tornou o concreto orgânico, esculpiu o tempo.

Essa frase de sua autoria é tão ampla quanto seu legado:

“A gente tem que sonhar, senão as coisas não acontecem.”

Que suas obras continuem no andar superior!

Foto daqui.

Anúncios

Marcelo Rosenbaum

Pura expressão de nossa brasilidade, retratada em muitos lares que foram tocados por seus projetos, não é de se esperar menos de seu próprio cafofo.

Amante das cores, faz até minha parede cereja com os móveis encapados em chita verde se sentirem intimidados. Ah, me faltam até palavras diante de tanto ecletismo e composições. Confiram o lar doce lar desse rapaz:

Querem mais? Confiram o ensaio completo no The Selby.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Trabalho de fino trato

Feliz dia para nós todas! Para comemorar, o post de hoje é com o belíssimo trabalho de criação de peças mobiliárias, a partir de materiais recuperados, desenvolvido pela designer e marceneira Ariele Alasko. Sim, uma “mocinha” super prendada que coloca mesmo a mão na massa, no martelo e no formão. E ainda aparece nas fotos com a unha pintada!

Confira que incrível cabeceira em padrão chevron que ela desenvolveu:

Vale também um passeio por seu blog, um verdadeiro colírio pra quem gosta de arregaçar as mangas.

Fontes: Brooklyn to west / Design Sponge

Tejo Remy

Ele é um designer holandês que insere em seus projetos uma pegada bem humorada e espirituosa, fazendo uso de objetos do cotidiano, materiais de baixo custo e reciclados.

Essa cadeira, a Rag Chair, é um “catado” de 15 sacos de trapos. Ela chega pronta, mas o usuário tem a opção de reciclar suas próprias roupas descartadas e inclui-las no projeto. Cada peça é única, um verdadeiro punhadão de lembranças.

Fonte: Inspire me now

Claire Brewster

Tenho certeza de que o trabalho dessa artista vai encantar os que curtem um mapa na decoração  e também os detalhistas.

Claire faz uso de mapas e atlas obsoletos e, com a habilidade de um cirurgião, os corta de forma minuciosa e os transforma numa verdadeira obra de arte.

Conheça mais o trabalho de Claire aqui.

Fontes: My Life in Art / 2Modern Blog

Gerry Stecca

Esse artista venezuelano se dedicou como pintor grande parte de sua vida e, gradativamente, se envolveu no universo das instalações, criando esculturas compostas por padrões repetitivos.

Seu processo criativo parte da escolha do material que inspira sua ideia e, posteriormente, a forma como essa escultura irá preencher e interagir com a luz e o espaço.

Achei fantástico esse trabalho elaborado a partir de prendedores de roupas. Um ótimo exemplo de que coisas espetaculares podem surgir de itens extremamente simples.

Para conhecer mais sobre seu trabalho, clique aqui.

Fontes: Gerrystecca.com / Design Sponge

Fissurada por bolinhas

Yayoi Kusama tem verdadeira obsessão por bolinhas desde sua infância e sua obra traduz exatamente isso. Aproveite o exemplo e coloque em prática os velhos rabiscos escolares, quem sabe não existe um artista enclausurado aí dentro…

Para ver sua biografia, clique aqui. Para saber sobre sua exposição atual, clique aqui.

Enrique Romero

A partir de materiais como  jornais reciclados, Enrique Romero cria a PulpLamp.  Não existe um modelo padrão, cada criação é feita a partir de moldes infláveis diferentes,  que recebem novas cores e texturas.

Fontes: 2Modern Blog / Cargo Collective

Marc Manceaux

Esse vídeo retrata um pouco da história de Marc Manceaux, dono da mais antiga loja de pianos na França, e seu trabalho de restauro. Belíssimo trabalho e fonte de inspiração para todos aqueles que curtem artigos raros,  produzidos em pequena escala e com verdadeiro carinho!

Fonte: FormFiftyFive

Blog no WordPress.com.

Acima ↑