Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Tag

plantas em casa

Jardins urbanos

Quem me acompanha no Instagram tá cansado de ver como curto viver com plantas. Tem do lado de dentro de casa, tem do lado de fora. Tem até flor de araque! A real é que dividir o espaço com as verdinhas faz um bem danado, é aquele contato incrível com a boa e velha natureza que a selva de pedra insiste em nos fazer esquecer.

Mas minha vida nunca foi assim, tão cercada por verde. Ralei um bocado pra aprender a lidar com as plantas( algumas espécies ainda não consegui fazer vingar 😦 ). Pensei em declinar total, mas a danada da persistência foi valente e, de cactus em cactus, consegui chegar até um pé de maracujá carregadinho. Orgulho master!

Aprendi com as inúmeras baixas uma porção de coisas, mas talvez as mais valiosas sejam a paciência e a observação. Planta demanda uma olhadinha todo dia, é preciso se certificar de que ela realmente esteja feliz. E ela dá sinal, seja em suas folhas, no crescimento, em seu aspecto de maneira geral.

Mas, mesmo assim, pode acontecer do seu exemplar verde simplesmente sucumbir, apesar de todas as cautelas possíveis e imaginárias. Sim, plantas possuem gênio e pode ser que o santo dela não bata com o seu. Mas insista, teste outra espécie, experimente outros cantos. Vale a pena.

Planta fica bem em qualquer canto, em toda ocasião, de todo jeito. É garantia de uma casa que respira, que nunca está vazia. Planta é ser vivo dos mais versáteis:  vira muro, vira objeto, vira até obra arte. É decoração, é companhia, é uma maneira de “ter o pé pra fora” todo dia.

 

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Justina Blakeney / 13zor / Curbly / Design Rulz / El Mueble / Old Brand New / Turbulences Deco

Entre plantas, cores e tecidos

ds1

Uma casa com plantas nunca é uma casa vazia. As cores, por sua vez, criam pontos focais interessantes e são fantásticas no quesito camuflagem. E os tecidos com suas texturas? São danados quando o assunto é humanizar alicerce.

O trio planta + cor + têxtil  é realmente porreta, especialmente quando a intenção é criar uma atmosfera plena de vida e acolhedora, sem muita dor de cabeça, que seja capaz de se renovar quando der na veneta.

Tá na dúvida do que usar pra realçar um cantinho? Quer promover uma mudança rápida? Falta sensação de acolhimento? Ou quer apenas tapar aquele vazio que teima em existir, apesar de  incansáveis tentativas? Então esse combo é pra você, tiro certeiro pra esses males e garantia de uma casa que respira, como essa aqui  do Design Sponge.

ds2

ds3

ds4

ds6

ds7

ds8

ds9

ds10

ds11

ds12

ds13

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Um home office bohemian

Um verdadeiro festival de texturas, materiais orgânicos pra conferir aquele calorzinho visual indiscutível, muitos itens garimpados e plantas pra garantir que esse jamais será um ambiente sem vida. Assim é um home office bohemian, à prova de monotomia e de tristeza, esbanjando um tremendo espírito livre capaz de fazer o trabalho mais árduo rolar muito mais suave. De mirabolante ele não carrega nada, muito pelo contrário: trilhos super versáteis acomodam prateleiras que poderão assumir novas posições quando bem entender, assim como todos os objetos podem ser diagramados novamente pra criar um decor novo, ao gosto do freguês. O segredo do sucesso de um ambiente despojado assim é não ter o mínimo receio de descombinar e investir pesado em peças artesanais, artigos de segunda mão e, especialmente, em tudo que possa agregar um teor aconchegante, como almofadas e tapetes. Esse é um estilo que permite a gente misturar tudo e soltar a imaginação, um verdadeiro exercício de liberdade que resulta numa combinação única.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui.

Fonte: Old Brand New

 

Um banheiro daqueles

apart-3

Chegar em casa após um dia corrido e tomar um belo banho sem dúvida é uma das coisas boas a se fazer nessa vida. Se for num banheiro agradável, então nem se fala. E o agradável não significa necessariamente luxuoso, apenas quer dizer que todo o contexto conspira para que esse momento seja único.  Esse aí, por exemplo, com azulejos branquinhos e uma banheira à moda antiga me parece o recinto perfeito para o combo banho + relax + alegria. Além disso, tem o necessário à mão e alguns enfeites para garantir que a impessoalidade passe longe. Tem um piso lindo de ladrilhos e até tem direito a copo na pia com escova e pasta de dentes, como qualquer banheiro realmente habitado. Mas acho que o mais especial que ele tem é o óbvio que muitos não conseguem enxergar e outros não apenas enxergam como transformam numa bonita simplicidade.

apart-1

apart-2

apart-4

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram. Conheça nossa loja aqui.

Fonte: Apartment Therapy

Pequenos jardins

casa-abril-small

Esse é mais um daqueles espaços externos pequenos que tornam nossas esperanças gigantes, pois nos faz perceber que pouco importa o tamanho que se tem, mas sim o que se faz com ele. Plantas contornam todo o espaço e, mesmo que não seja possível contar com árvores como nessa referência, vasos com espécies de maior porte dão conta do recado. O piso preenchido por pedriscos juntamente com uma pequena passarela de madeira de demolição conferem ares rústicos e repleto de graça, enquanto todo o mobiliário é um convite e tanto para horas de um animado bate-papo. 

pinterest

Esse aqui também é um exemplar bem interessante e até diria ser total flex, afinal um painel de madeira com jardineiras floridas nos dá a liberdade de tornar qualquer mini espaço um cenário verde lindão.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram. Venha conhecer nossa lojinha aqui.

Fontes: Casa Abril e Pinterest.

Quando o corredor vira jardim

casa e jardim corredor jardim

Como diz o velho ditado: “quem não tem cão, caça com gato” ou, quem não tem jardim, improvisa no corredor! E não é que funciona e pode ficar bonito pra caramba? Um pequeno trecho do piso vira um canteiro, um conjunto de vasos cria um volume digno de um belo jardim e orquídeas presas à parede completam a obra, formando um maciço verde muito agradável bem ali, no corredor. Para que funcione de verdade, é preciso ficar atento à iluminação do local para a escolha das plantas certas à área que tem disponível e, a partir daí, desfrutar de um cantinho mega especial. E não esqueça de acrescentar alguns caprichos, como vaga para se sentar, uma mesinha lateral, alguns enfeites e até uma iluminação, que poderá fazer desse espaço o mais delicioso naquelas noites de verão.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram. Já conhece nossa lojinha? É só clicar aqui.

Fonte: Casa&Jardim

Uma casa com vagas

IMG_0648

Tem gente que sonha com a casa perfeita, aquela digna de capa de catálogo, com móveis e acessórios impecáveis, com espaço meticulosamente calculado pro tamanho da felicidade genérica.

IMG_1369

IMG_0957

IMG_1205

Eu sempre flertei com as casas imperfeitas, morei em várias delas. Pra mim, casa perfeita nunca passou de lenda, por isso prefiro casa com vagas, sempre pronta a receber intervenções, presentes, festas, amigos.

IMG_2352

IMG_1094

IMG_2344

Acredito que casa é o alicerce que moldamos com o tempo, que retrata nossas mudanças e conta a nossa história mas que, acima de tudo, é o lugar que nos acolhe e pra onde sempre temos vontade de voltar.

IMG_0841

IMG_0844

Por aqui é assim, uma casa com crianças, bichos, parentes e até desconhecidos que se tornam amigos. Nada é definitivo, permanente é só a possibilidade de uma nova mudança. Os móveis vivem em crise de identidade e levam uma vida cigana, os jardins sempre têm uma nova companhia, os cômodos se reinventam e até o dia e a noite se misturam.

IMG_0442

IMG_0409

IMG_0362

É uma casa que serve de moradia e trabalho; onde se dança, canta, reza, ri e chora. Onde os enfeites decidem por conta própria trocar de lugar ou onde as pessoas se sentem à vontade para doar um objeto de caso pensado onde deve ficar. Nem sempre as coisas estão como imaginei, estão do jeito que ficaram. E quer saber? Tá ótimo, faz um bem danado um layout versátil.

IMG_0330

IMG_0506

IMG_0393

Conto com a sorte de viver numa casa cheia, onde posso ver mais do que os meus olhos enxergam: as celebrações nas marcas de copo no aparador de madeira, a animada brincadeira nos fios puxados do tapete, as inúmeras lembranças naquela gaveta emperrada e as barulhentas reuniões dos passarinhos nas sementes que brotam ao acaso.

IMG_1145

IMG_1141

Até mesmo as louças mais metidas já entenderam que nessa casa elas precisam estar prontas a qualquer dia e qualquer hora, porque não acreditamos em datas especiais, acreditamos sim que tornar o banal extraordinário é mais uma questão de estado de espírito do que de calendário.

IMG_0106

IMG_0164

IMG_0212

Brindamos e acendemos velas em todas as estações do ano, sempre temos vagas para quem chega e também para aqueles que decidem pernoitar e usar nossa casa como férias. A piscina é pequena e aquecida a calor humano e a grama surrada é reflexo de muito jogo de bola. E embora tudo pareça um total descompromisso, uma casa com vagas é o resultado de muito envolvimento e observação, regados a uma baita dose de alegria.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui. Já conhece nossa lojinha? É só clicar aqui.

Essa matéria foi desenvolvida pelo Forma:Plural e publicada originalmente na 3a. edição da Revista OcaPop.

 

 

Habitando a esquina

design files

Esse post é uma dose de esperança para aqueles que ainda acham que o espaço de encontro entre as paredes é um canto ingrato, que não presta pra nada ou que, para torná-lo bacana, são precisos acessórios especiais pra essa finalidade. Pois essa questão pode estar muito mais relacionada à diagramação do que se imagina, basta reparar nessa feliz composição, onde prateleiras convencionais deram conta do recado. A boa disposição entre elas, juntamente com os objetos que carregam, gerou um resultado super harmonioso. E pra fechar com chave de ouro e conferir um movimento ao conjunto, um belo vaso suspenso entra no cenário. Bom pra gente aprender que não existem espaços impossíveis, existem espaços mal observados.

design files1

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: The Design Files

Entre ontem e hoje

planete deco 1

Acho bacana demais quando encontro uma casa acolhedora, que se assemelha a um longo abraço, e mais bacana ainda quando ela é cheia de ideias que facilmente podem ser transportadas para a nossa casa. Essa é uma delas, uma belíssima construção antiga e rústica que foi totalmente renovada e onde a cor e alguns acessórios muito bem pontuados desempenharam um papel fundamental para situá-la nos tempos atuais.

Numa base totalmente neutra, artigos têxteis são responsáveis por conferir uma atitude alegre e, junto com um bocado de madeira presente no mobiliário, doam um aconchego visual incrível. A convivência de diferentes estilos se assemelha a uma grande festa. Móveis antigos se harmonizam com o design moderno, tem alvenaria em cena e até prateleiras e nichos estratégicos têm presença garantida.

E, embora seja uma casa repleta de peças, ela é uma casa descomplicada, com uma organização sem a mínima neura, que até parece se colocar em ordem sozinha. E tem mais: tem plantas em todos os cômodos, para se certificar de que jamais soe como uma casa sem vida.

planete deco 2

planete deco 3

planete deco 4

planete deco 5

planete deco 6

planete deco 7

planete deco 8

planete deco 9

planete deco 10

planete deco 11

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Planete Deco

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑