Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Tag

ideias

Apê das portas azuis

Uma das coisas que mais me chamou a atenção nesse apê foi o uso de soluções conhecidas/batidas. Inclusive as portas azuis! Curioso é que, quanto mais batidas são as ideias, mais parece que elas fogem da nossa cabeça quando tentamos nos lembrar. E, se são batidas e a gente vê pra caramba por aí, é porque devem realmente funcionar, né? Então, deixemos as divagações de lado e vamos lá tomar nota de uma série de soluções genéricas e que se encaixam muito bem em diversos gostos, metragens, bolsos.

Pintar uma porta, uma janela, uma esquadria. Baita coisa que muda tudo de figura, é renovação imediata sem grandes transtornos.

Armário antigo de cozinha também vira mais moço com uma dose de tinta. Brinque com alguns adesivos nos azulejos e o combo estará completo e zero bala.

Em ambientes abertos, usar diferentes revestimentos – seja no piso ou parede – a fim de fazer a divisão visual de onde começa e termina cada recinto.

Ah, descascar uma parede inteira ou um apenas um detalhe dela. É aquele toque de textura que coloca sentimento e confere um aconchego danado.

Galeria de quadrinhos, outro item pro elenco dos mais usados, mais funciona sim senhor e o legal é que dá pra variar o “recheio” quando der na veneta e sempre ter uma galeria diferente.

Porta de correr – em ambientes ou armários – economiza um espaço lascado e cria uma sensação de amplitude incrível.

Banquinho, eita peça total flex que vale cada centavo investido. Vai bem com uma plantinha na sala, no quarto, no banheiro, na cozinha. E vira assento. E vira mesa. E vira escada.

Invista nas plantinhas e espalhe pelos mais diferentes cômodos. Elas trazem movimento, vida e sempre combinam com tudo.

Pra sofás mais interessantes: almofadas. Uma porção delas. Além de garantirem conforto, doam cor, personalidade e viram assentos extras quando espalhadas no chão.

Peças mobiliárias de diferentes formas, como nessa sala, geram um dinamismo visual bem bacana, fazendo a gente nem botar reparo em seu tamanho.

Estantes com objetos expostos criam ambientes interessantes, curiosos, que rapidamente transmitem nossos gostos e torna os ambientes mais humanizados.

Misturar ferro com cromado, madeira clara com madeira escura, diferentes estilos, também torna os ambientes mais ricos ao olhar e muito menos monótonos.

Transforme qualquer espaço possível numa área que possa olhar pra fora. Respiros além de janelas se transformam em locais de lazer e fazem um bem fantástico na correria diária.

 

Siga o Forma:Plural no Instagram e Facebook.

Fonte: Planete Deco

Anúncios

Trabalhado na estampa e na cor

Minha avó costumava dizer: se for se atirar num poço, se atire num poço fundo. Ela era cheia dos ditados curiosos, muitos deles nada ortodoxos, e outros tantos tão generalistas que carreguei pra minha vida adulta lhes atribuindo um bom toque de humor. Esse tal provérbio do poço foi um deles, usei até a exaustão, e como justificativa para muitas ousadias, como os estofados super coloridos que habitaram as salas onde morei. Estofado, seja ele uma poltrona ou um sofá de sei lá quantos lugares, é elemento chave em qualquer sala, ao menos em meu humilde ponto de vista. É lá que a gente se joga e que a gente joga quem chega. Lugar cativo, de destaque, almejado. Com cor, ele cresce, ganha personalidade e enriquece o ambiente. Sem falar que, se o sofá é daqueles com um design não tão legal mas cujo conforto te faz esquecer disso, dê-lhe uma bela estampa de presente. Ficará exclusivo, novinho em folha e pronto pras próximas! Ah, pra quem ainda não testou, costumo usar também o plano B da tapeçaria: tapetes artesanais super coloridos, que a gente até lava na máquina de lavar e, quando mais lava, mais bacana fica. Artigo com preço honesto, com paletas fáceis de compor e de uma versatilidade fantástica.

Siga o Forma:Plural no Instagram e no Facebook.

Fontes: Anna Spiro / One Kings Lane / The Jungalow / Marie Claire Maison / Keltainen Talo Rannalla 

Banco, o parceiro polivalente

Banco vai no corredor, na cozinha, na sala, no quarto, no quintal, no banheiro. Faz com maestria as vezes de cadeira, de mesa, de estante. Tem do grande e do pequeno, do caro e do barato. Ah, e os materiais? Dos mais diversos possíveis, pra agradar todo tipo de freguês. E pra quem ainda duvida, olha aí um banco que virou armário. Jeito bacana e despojado de organizar alguns pertences do banheiro. É só escolher o tamanho que melhor se adequa ao espaço disponível e caprichar na escolha de um banco com o acabamento que melhor se encaixa ao seu contexto. E, não acaba por aí. Quando expirar sua validade como armário, pode virar banco de sentar ou apoiar em qualquer outro lugar da casa.

Siga o Forma:Plural no Instagram e no Facebook.

Via: El Mueble

 

Coragem

Essa é uma daquelas casas que nos enchem de coragem, que faz bater aquela vontade louca de arregaçar as mangas e sair trocando tudo de lugar. É uma casa cheia de atitude, onde páginas de dicionário se transformam em papel de parede, onde o garimpo tem lugar de destaque, onde o conforto – físico e emocional – é a palavra de ordem.

Apesar de todo sua personalidade forte, ela carrega uma atmosfera tranquila, própria de quem não precisa provar mais nada pra ninguém. Ela pertence ao presente e flerta com o passado, mistura tudo sem o menor remorso e acredita que tudo é válido até a próxima mudança.


 

Siga o Forma:Plural no Instagram e no Facebook.

Fonte: Apartment Therapy

Ao lado da cama

el-mueble-bau

Vale criado-mudo, mesa, cômoda, banco, cadeira. E vale baú, por que não? E vamos combinar: fica supimpa e representa um bom espaço extra pra armazenamento ( artigo cada vez mais raro nos dias atuais!). Fora isso, ainda tem a vantagem de ser encontrado em diferentes dimensões e materiais, com preços para todo tipo de bolso. Vale caprichar na composição de objetos para adorná-lo para que seu aspecto não se torne muito pesado, visto que costuma ser uma peça mais “parruda”, mas sem perder de vista a questão da praticidade para não se tornar um verdadeiro estorvo toda a vez que necessitar abri-lo.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: El Mueble

Para o lavabo

ig-casa-e-jardim-avabo

Sabe aquelas ideias que te encontram no momento certo? Pois é, essa foi uma delas. Ela me achou na hora em que passava por uma crise das boas com meu lavabo…Na real, faz um bom tempo que discutimos a relação, tentamos achar uma alternativa mais simpática pra pendurar a toalha, mas nunca chegamos num consenso. Experimentamos diferentes locais, testamos toalhas de vários tamanhos, mas tudo não passou de mero desgaste. Mas agora tudo vai mudar: toalhas de papel elegantemente acomodadas numa cestinha vão roubar a cena na bancada da pia e, junto com mais algumas firulinhas, certamente farão do lavabo um sujeito muito melhor.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui.

Fonte: IG Casa&Jardim

 

Pra tentar no final de semana

A semana passa rapidinho e uma porção de coisas vamos empurrando pro fim de semana, acreditando piamente que aqueles curtos dois dias irão se multiplicar para darmos conta de resolver tudo. E ainda ter tempo pro descanso, claro.

A rotina é uma coisa doida mesmo, quando percebemos já foi dia, mês, ano e todos aqueles desejos de promover grandes mudanças em nossa casa ficaram para trás, infelizmente o tempo passou rápido demais.

Por isso, acredito que investir em pequenos carinhos e mudanças valha a pena, não consomem muito tempo, evita frustrações e sobra tempo para outras coisas. Espalhar flores, por exemplo, traz uma felicidade danada e muda totalmente o astral de uma casa.

sophierobinsoninteriors

Pintar uma parede ou um móvel demanda um pouquinho mais de tempo, no entanto é capaz de promover uma mudança tão fantástica que sempre acho que vale o investimento.

justina amarelo contag

Olhar com um cuidado maior os móveis e objetos que temos pela casa. Propor novas combinações e arranjos, fazendo aparecer cantinhos singulares e com funções que nunca nos passaram pela cabeça.

espacioliving

Do mesmo modo, uma parede sem graça pode ser falta de observação e dedicação. Aproveite o domingão preguiçoso e teste aqueles quadros e gravuras guardados e experimente também instalar um novo ponto de luz pra criar um clima mais aconchegante.

HC sala

Aos poucos, vá construindo um canto dedicado ao descanso, um local de leitura, um pequeno jardim ou um espaço pra meditação, mesmo que isso demande alguns finais de semana. Se nunca começar, ele nunca ficará pronto.

Keltainen Talo Rannalla canto

Arrisque uma recepção para os amigos, perca um bom tempo com conversas e risadas. Não é preciso um cenário perfeito pra isso, um cenário improvisado e feito com capricho pode ser surpreendente.

sfgirlbybay

E no momento do verdadeiro descanso, traga para junto o toque macio das texturas e as cores que te alegram para que inicie bem um novo dia.

el mueble escada

 

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Sophie Robinson / Justina Blakeney / Espacio Living / Histórias de CasaKeltainen Talo Rannalla / SF Girl by Bay / El Mueble

Entre ontem e hoje

planete deco 1

Acho bacana demais quando encontro uma casa acolhedora, que se assemelha a um longo abraço, e mais bacana ainda quando ela é cheia de ideias que facilmente podem ser transportadas para a nossa casa. Essa é uma delas, uma belíssima construção antiga e rústica que foi totalmente renovada e onde a cor e alguns acessórios muito bem pontuados desempenharam um papel fundamental para situá-la nos tempos atuais.

Numa base totalmente neutra, artigos têxteis são responsáveis por conferir uma atitude alegre e, junto com um bocado de madeira presente no mobiliário, doam um aconchego visual incrível. A convivência de diferentes estilos se assemelha a uma grande festa. Móveis antigos se harmonizam com o design moderno, tem alvenaria em cena e até prateleiras e nichos estratégicos têm presença garantida.

E, embora seja uma casa repleta de peças, ela é uma casa descomplicada, com uma organização sem a mínima neura, que até parece se colocar em ordem sozinha. E tem mais: tem plantas em todos os cômodos, para se certificar de que jamais soe como uma casa sem vida.

planete deco 2

planete deco 3

planete deco 4

planete deco 5

planete deco 6

planete deco 7

planete deco 8

planete deco 9

planete deco 10

planete deco 11

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: Planete Deco

Pufe, um parceiro excelente

el mueble puf

O pufe pertence àquela categoria de peças que servem para inúmeras finalidades: assento extra, como mesinha, apoio de pés. Transita na casa grande e pequena, a gente pode acomodar sob um aparador, num cantinho da sala e até no corredor. Encontrados em diferentes formatos, tamanhos e materiais, não é difícil achar um modelo que melhor se encaixe ao seu estilo. Vão da área interna para a externa com a maior facilidade e, em dias de festas, são extremamente úteis e companhias sempre perfeitas para se ter por perto.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fonte: El Mueble

Blog no WordPress.com.

Acima ↑