Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

Tag

home office

Ambiente sem fronteiras

As paredes saem de cena e abrem alas para a luz inundar os ambientes, assim, desse jeito. Quanto menos fronteiras visuais, melhor. Quanto mais luminosidade e circulação do ar, melhor. E, em tempos onde cada vez mais as metragens diminuem, é natural que os ambientes desempenhem mais de uma função, se tornem totalflex por excelência. Num reino onde tudo passa a acontecer junto e misturado, um mínimo de ordem visual é fundamental para tornar o todo mais harmonioso, como essa sala bacanuda do El Mueble. Aqui, nota-se um cuidado com as proporções: ambientes enxutos pedem mobiliário enxuto. Além disso, a predominância do tom da madeira ajuda a criar uma unidade, enquanto elementos pontuais quebram o gelo geral sem muita algazarra. A composição de quadros ajuda a dividir as funções do ambiente, bem como o tapete delimita a área principal. São as fronteiras visuais sendo quebradas pelas novas fronteiras conceituais.

Siga o Forma:Plural no Instagram e no Facebook.

 

Anúncios

Um home office bohemian

Um verdadeiro festival de texturas, materiais orgânicos pra conferir aquele calorzinho visual indiscutível, muitos itens garimpados e plantas pra garantir que esse jamais será um ambiente sem vida. Assim é um home office bohemian, à prova de monotomia e de tristeza, esbanjando um tremendo espírito livre capaz de fazer o trabalho mais árduo rolar muito mais suave. De mirabolante ele não carrega nada, muito pelo contrário: trilhos super versáteis acomodam prateleiras que poderão assumir novas posições quando bem entender, assim como todos os objetos podem ser diagramados novamente pra criar um decor novo, ao gosto do freguês. O segredo do sucesso de um ambiente despojado assim é não ter o mínimo receio de descombinar e investir pesado em peças artesanais, artigos de segunda mão e, especialmente, em tudo que possa agregar um teor aconchegante, como almofadas e tapetes. Esse é um estilo que permite a gente misturar tudo e soltar a imaginação, um verdadeiro exercício de liberdade que resulta numa combinação única.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram aqui.

Fonte: Old Brand New

 

Labuta em domicílio

Levar trabalho pra casa ou trabalhar em casa se tornou uma realidade cada vez mais comum na vida de muitas pessoas. A questão é como acomodar a labuta dentro do universo doméstico, especialmente quando esse universo não tem lá grandes dimensões.

Uma ótima saída é se apropriar do espaço vertical, construindo um home office de prateleiras. Nessa versão onde elas são dispostas em trilhos, a versatilidade domina, sendo possível pirar de montão com prateleiras em diferentes dimensões, o que acaba por doar um “movimento” super bacana ao espaço e que melhor se adapte às necessidades. Faltou espaço? Encaixa mais uma prateleira. Cansou do layout? É só trocar a disposição. E pra finalizar, um tapete demarca o espaço do home office e uma plantinha traz vida e uma alegria danada.

decorology office

Mesmo num cantinho de parede é possível ter um home office super charmoso e que dê conta de acomodar um tantão de pertences. Aqui, uma mesa de pequenas proporções entrou em cena e nichos revestidos em tecido fizeram as vezes de prateleiras. Todo o glamour desse pequeno ambiente ficou a cargo de uma bela curadoria de objetos, além de estampas e texturas muito bem coordenadas.

desiretoinspire

desiretoinspire1

E, por fim, um home office muito simpático que se encaixa na estante. A grande sacada é torná-la bem eclética mesmo, comportando tanto itens de trabalho quanto os itens convencionais, sendo que esses se destacam pela gama colorida, enquanto os itens de home office se fundem à parede, sendo notados apenas num segundo momento.

micasa estante home office

Quer mais ideias de home office? É só clicar aqui, aqui, aqui e aqui.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Decorology / Desire to Inspire / Revista Micasa

Conquistando um home office bacanudo

casa vogue office

Trabalhar home office já é a realidade de muita gente e um dos dilemas é traduzir todo o conforto do lar doce lar em produtividade. Embora seja uma alegria não ter que encarar trânsito e até mesmo poder trabalhar usando pantufas, é necessária uma baita disciplina pra manter o foco e não cair em algumas tentações, como um sofá te chamando após o almoço. Fora isso, existem algumas coisinhas que melhoram ( e muito ) a produtividade e criatividade, como por exemplo a escolha do local de seu home office.

EddieInChairs

Se puder escolher, quanto mais tranquilo e reservado o local, melhor. Mas, se não der, o jeito é abraçar e fazer o melhor com o que se tem. No entanto, em todos os casos, um ponto é fundamental: observar as dimensões. Analise com cautela o espaço disponível antes de sair comprando mesa e cadeira, pois isso aumenta a chance do projeto te atender da forma mais adequada e não rolar uma super frustração.

Keltainen talo rannalla

Mesmo que seu espaço comporte uma mesa bem grande, onde dá pra espalhar um montão de coisas, lembre-se que organização é um adianto na vida. Então, tente incluir armários, prateleiras ou caixas que te ajudem nessa árdua missão de manter tudo nos trinques.

Keltainen Talo Rannalla 1

Depois do espaço definido, com móveis que deixem o home office confortável e funcional, é a hora de deixá-lo com sua cara, afinal de contas um ambiente bacana contribui horrores pra labuta rolar mais suave e animada. Pinte uma parede de sua cor favorita, acrescente fotos e quadros. Se esse espaço for carente de iluminação natural, capriche na escolha de luzes adicionais que podem doar um charme extra e ainda auxiliar quando a jornada de trabalho se estender um pouco mais. Na falta de janela, crie a sua com uma foto panorâmica e não esqueça que tapetes são partidos perfeitos para aquele abraço bem gostoso. E, claro, plantas e flores também são companhias muito bem-vindas!

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Casa VogueEddieInChairsKeltainen talo rannalla

A casa e os dentes de leite

16-decoracao-cozinha-parede-lousa

Há pouco tempo, meu caçula ganhou uma baita vaga em sua boca, caíram os dois dentes superiores de uma só vez. Encantada por janelas do jeito que sou, foi impossível não vibrar com aquela vista panorâmica toda, pontuando as mudanças e aprendizados que estão por vir.

Poucos dias após a sua perda de dentes, chegou o dia da festa de aniversário de um grande amigo da escola. Tomou banho, perfumou-se todo, escolheu uma roupa bacana e me perguntou com um sorriso largo: “tô bonito?”.

Pergunta boba a se fazer para a mãe, afinal todas elas acham o filho o cara mais bonito do mundo. Mas respondi prontamente que estava lindão e assim seguimos pra festa. O que mais me chamou a atenção em seu comportamento foi o tamanho pouco caso para sua tremenda banguelice. Com ou sem dentes, estava feliz e pronto.

14-decoracao-cozinha-colorida-adesivo-madeira

Isso me fez pensar sobre muitas atitudes que temos em relação as nossas casas. Às vezes ficamos cheios de receio pra por em prática uma ideia atrevida e deixamos de experimentar a felicidade. Infelizmente, esquecemos que essa ideia pode assumir um caráter provisório, ser um ensaio para uma decisão mais séria, como um dente de leite.

boho deco chic 1

Quantas e quantas vezes não ficamos amarrados a velhos conceitos? Pois é preciso reformulá-los e botar a cachola pra funcionar a nosso favor. Fugir de padrões pré-estabelecidos e convencionais em prol de uma alegria maior faz todo o sentido, além de nos tirar da clássica inércia do “não dá pra fazer nada”.

histórias de casa

Botar fé que nosso estado de espírito supera metragens, abre paredes e nos faz acreditar que o lado de fora e lado de dentro é apenas uma questão de ponto de vista, depende das lentes que usamos para ver.

a-casa-dos-outros-colec3a7c3a3o

Bobagem levar a sério essa história de não usar pra não quebrar, não expor para não sujar e manter as coisas que julgamos valiosas muito bem guardadas no fundo do armário à espera do dia certo. O dia certo e especial deve ser todo santo dia.

justina gallery

Cultivar e traduzir nossos gostos das mais variadas formas, sejam eles ecléticos e até duvidosos, pouco importa. O que conta é que nossa identidade seja mantida acima de qualquer tendência e que a gente consiga enxergar nossa alma a cada passo que damos dentro de nossa casa.

vogue living

É importante que a gente se contagie mais e seja menos austero em relação aos padrões e transformações que desejamos colocar em prática. Sejamos mais banguelas felizes, porque no final das contas nem mesmo todos os dentes definitivos duram a vida toda.

Siga o Forma:Plural no Facebook e no Instagram.

Fontes: Histórias de Casa / Boho Deco Chic / A Casa dos Outros / Justina Blakeney / Vogue Living

Convívio saudável

A gente briga com a metragem, fica de mal do piso, xinga o estofado. Atire a primeira pedra quem nunca precisou conviver com algum estorvo. E pior, durante um bom período! Existem casos que são extremos mesmo, só uma marreta é capaz de sanar. Mas em outros, e me atrevo em dizer que se trata da maior parte deles, com força de vontade dá pra ter um convívio saudável.

Ao invés de reclamar, esbravejar, sair chutando tudo, que tal perder mais tempo analisando todo o entorno disponível? Para um espaço ficar realmente bacana, é fundamental que o todo esteja em harmonia, incluindo o estorvo. É mais ou menos como receber um convidado desagradável numa festa: de um jeito ou outro, a animação precisar rolar!

Diálogo

decor to adore summer tour 17

Não é de hoje que as almofadas salvam estofados. A fórmula é batida sim, dá jeito na mesmice e feiura mas, para que funcione de uma maneira mais ampla, repare bem em tudo que está aos arredores. É fundamental que exista algum tipo de diálogo, caso contrário corre o risco daquelas almofadas maravilhosas simplesmente não se encaixarem ao seu contexto.

Mudando de assunto

estudio gloria formica

Piso, um vilão danado, especialmente em cafofos alugados. Bom, podemos apelar para um tapete e esconder o indivíduo ou propositalmente chamar a atenção para itens mais interessantes, como peças com design marcante ou com uma cor que se faça notar. Com coisas mais legais pra se ver, o piso poderá até passar batido ou gerar um belíssimo contraste.

Introduzindo um novo tema

house of turquoise

Quando sair à procura de qualquer objeto, deixe os olhos passearem à vontade e frequente lugares diferentes. É possível garimpar uma peça bacana, capaz de criar uma nova função para aquele espaço que você jurava de pés juntos ter tirado o seu melhor.

Faça o assunto render

jeito de casa cor

Muitas vezes, a história pouco importa, o que importa é a maneira de contá-la, seus detalhes, a entonação da voz. Então, mesmo que tenha um mínimo de área externa, ainda assim é uma área externa. Coloque alegria, capriche no enredo e ela nunca mais será a mesma.

Use a simpatia

Keltainen Talo Rannalla 2

Nem sempre temos à disposição a peça mais competente para ocupar uma determinada vaga mas, quando colocamos na balança, podemos chegar à conclusão de que ela é capaz de fazer a diferença. A mesa acima, por exemplo, tá mais pra aparador; no entanto não compromete a circulação e doa um charme incrível ao ambiente.

Abordagem

Keltainen Talo Rannalla blue

Existem vários modos de se alcançar um resultado. Uma parede para se tornar fascinante nem sempre requer uma infinidade de quadros, ela pode muito bem atender às expectativas ou até mesmo superá-las com poucos itens inseridos numa nova abordagem.

Fale de amenidades

Sfgirlbybay elegante home office

Dar um tom mais leve e agradável para itens corriqueiros ou até mesmo toscos é um grande feito e o ambiente acima é uma boa prova disso: trilhos bastante comuns ganharam um outro status pintados de dourado. Tirar a crosta da banalidade requer um bom envolvimento e observação, mas certamente resulta em espaços visualmente ricos e num ótimo aprendizado.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Decor to Adore / Estúdio Gloria / House of Turquoise / Jeito de CasaKeltainen Talo RannallaSfgirlbybay

Firme no batente

Levanta, sacode a poeira e segue para o batente. Segunda-feira é assim e, como dizia minha avó: ” não tem barriga me dói”. Mas a parte boa de se viver nos tempos modernos é que muitas vezes a gente pode trabalhar de casa e nem é desculpa falar que não tem um lugar ajeitadinho diante de tantas possibilidades e ofertas de produtos. Um exemplo disso é esse escritório, todo montado com itens disponíveis em home center:

workspace-lm-141

workspace-25-aniversario-leroy-merlin-8

workspace-25-aniversario-leroy-merlin-15

workspace-lm-2

workspace-lm-4

A parte mais bacana desse projeto é que pode ser executado sob medida: dá pra montar versões em formatos menores e maiores, conforme o espaço que dispõe. As pranchas de madeira podem ser compradas já cortadas, o que facilita um bocado o trabalho, e gaveteiros e gavetinhas entram no projeto conforme a necessidade. O painel de madeira ao fundo cumpre bem a tarefa de delimitar o território, além de desempenhar um grande papel decorativo. Se preferir, pode trocá-lo por um tecido adesivo, que ajuda a diminuir o tempo de execução. Animou? O projeto completo está aqui.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Home office micro e bem apessoado

É a tal coisa: elegendo o mobiliário certo, na dimensão certa, tudo é possível, e ainda usando um espaço aparentemente sem serventia. Com alguns caprichos, como a escolha de uma cadeira bacana e alguns acessórios bonitões, hoje facilmente encontrados até em papelarias de bairro, só tem home office com cara de repartição pública quem quer. Pra ajudar na composição e não obstruir muito a mesa, prateleiras continuam sendo uma boa solução, aqui retratadas numa versão cheia de bossa com cintos fazendo as vezes da mão francesa.

athomeinlove1

athomeinlove2

 

athomeinlove4

 

athomeinlove6

athomeinlove7

athomeinlove8

 

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: At Home in Love

Mobiliário translúcido

a beautiful mess

Visualmente não ocupam espaço e num instante conferem um ar contemporâneo. Sim, os móveis translúcidos são dotados de facetas únicas e verdadeiros aliados quando se trata de criar contrastes interessantes. Em pequenos ambientes preenchem os espaços de maneira discreta, em locais de destaque despertam a curiosidade à primeira vista e onde existe uma quantidade enorme de informação não criam caso algum. Transitam por diversos estilos, doam a cena para os objetos neles expostos e, mesmo assim, conseguem ser presenças notáveis.

planete deco estante

Alice-Apartment desire to inspire

casa vogue

cush andnooks

damsk et dentelle

decora tu alma

espacio vital 6

fancy windows

homeanddelicious

joliehomedesign

kika

micasa 7

miluccia

my white room

planete deco pes

sfgirlbybay 22

virlova75.blogspot

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: A Beautiful Mess / Planete Deco / Desire to Inspire / Casa Vogue / Cush and Nooks / Damask et Dentelle / Decora Tu Alma / Espacio Vital / Fancy Windows / Home and Delicious / Jolie Home Design / Kika Reichert / Micasa / Miluccia / My White Room / Sf Girl by Bay / Virlova

Blog no WordPress.com.

Acima ↑