O volume ocupado pela TV diminuiu um bocado, no entanto a tela aumentou consideravelmente. Para aqueles que não curtem uma TV super exibida, reinando absoluta na parede, isso pode se tornar um problema, especialmente se ela estiver num ambiente que precisa desempenhar mais de uma função, o que é bastante comum nos lares reais. Uma das alternativas para lidar com isso é elaborar composições que dividam o palco com ela, contribuindo para quebrar seu formato “duro” e trazendo leveza e movimento à cena.

nicety tv x

Trabalhar com cores escuras na parede atrás da TV também é uma saída simples e que ajuda a dar uma boa camuflada. Novamente, a exposição de objetos prevalece e a profusão de cores e estampas faz com os olhos encontrem muitos outros atrativos enquanto a TV está desligada.

casaejardim TV

No caso abaixo, esse universo de fios poderia estar mais ajeitadinho, mas a ideia do layout é bastante interessante: ela é incorporada visualmente ao arranjo de quadros.

styleessentials

E dá pra fugir numa boa da TV na posição central, basta equilibrar o cenário brincando com itens de diferentes alturas e ainda lucrar com uma diagramação bastante arrojada.

Scandinavian Deko1

E, finalmente, uma opção um pouco mais ousada e que soube tirar um proveito danado das proporções. Fora isso, a variedade de adornos e a diversidade de texturas deixa explícita a condição de que a TV é apenas mais um acessório, não o centro das atenções.

nicety tv

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Nicety / Casa&Jardim / Style Essentials / Scandinavian Deko