Nem entrarei no mérito sobre a generosidade das janelas, senão é muita covardia. Acho que mencionar a forma como esse apê integrou os ambientes, como povoou cada espaço e citar o uso de uma única cor em paredes e móveis já está de bom tamanho, né?

nicety1

nicety2

Aliás, foi justamente por conta disso, branco na parede + mobiliário branco, que esse apê conseguiu ter essa quantidade de móveis, prateleiras, armários planejados sem deixar o todo tumultuado. Sem contrastes, os brancos se “abraçam” e se tornam um volume único.

nicety3

Ah, mas como resolver a monotonia do reinado de uma cor só? Com toques de madeira natural, com texturas, com um sofá escuro, com um lustre discretamente colorido.

nicety4

nicety5

nicety6

Em casos como esse, onde existe um quantidade grande de móveis de linhas retas, os objetos se tornam itens fundamentais para criar um movimento e acolhimento nos recintos, ajudando a quebrar a frieza e impessoalidade. Pode ser um vaso de flor, uma abatjour datado, uma obra de arte.

nicety7

nicety8

nicety9

Parece contraditório, mas muitas vezes a impressão que tenho é de que, quanto mais se tem para ver, desde que tudo esteja devidamente harmonizado, menos se nota e se tem a sensação de espaço apertado.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Nicety Livejournal