Os lares escandinavos, com suas paredes e pisos brancos, ganharam uma legião de fãs. O mesmo vem ocorrendo com as cores pastel, com todos seus tons suaves, refrescantes e mais uma série de adjetivos sem fim. E os dois juntos, então,  é uma combinação que não costuma falhar, mas que carrega uma séria tendência a infantilizar os ambientes. Se a ideia for essa, tipo clima quarto de bebê, esse é o caminho mais curto para se alcançar o resultado. No entanto, se o intuito da combinação é criar um ambiente levemente colorido com uma cara mais adulta e elegante, o melhor é partir para a inserção de texturas, exemplificadas na foto abaixo na parede de tijolinhos e na madeira natural.

Hally's, Parsons Green, London

As texturas contribuem para quebrar a suavidade excessiva do branco + pastel e podem estar presentes também em objetos e acessórios, como vasos, tapetes, almofadas.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Glanerie Moderne