Enquanto uns travam verdadeiras brigas com os centímetros a menos, tem gente que sabe aproveitar ao máximo cada pedacinho disponível e é capaz de fazer um ambiente valer por muitos, como esse que é sala, sala de jantar, home office e ainda pode acomodar hóspedes. A fórmula de sucesso pode ser resumida em três etapas: cuidado com as proporções, utilização de peças curinga e uma boa diagramação.

Screen Shot 2013-08-30 at 2.49.52 PM

Todas as peças mobiliárias de um determinado ambiente devem condizer com o espaço disponível. Um sofá enorme numa sala pequena não rola, assim como também não fica nada agradável ao olhar um sofá minúsculo numa sala com proporções avantajadas.

O uso de peças que possam desempenhar mais de uma função são grandes aliadas quando se fala em funcionalidade e recintos pequenos. Na foto acima, a mesinha lateral decora na maior parte do tempo, mas pode desempenhar o papel de uma mesa de apoio para servir quem está no sofá ou na mesa de jantar. E, por falar nela, está super bem acomodada na parede e ainda funciona como uma boa mesa de trabalho. E, por fim, o pufe acomoda os pés e vira mesa de centro.

A diagramação bem elaborada torna o todo muito mais harmonioso, deixando tudo em seu devido lugar e garantindo que haja uma boa circulação. Embora essa sala esteja repleta de móveis, repare que todos os cantinhos podem ser habitados sem tumultuar o meio de campo.

Com direito a muitos itens decorativos, que são excelentes pontos de fuga visuais, um tapete na medida correta e uma cortina para filtrar a luz ajudam a criar um clima de aconchego, mostrando que os espaços diminutos podem sim ser bonitos e polivalentes.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Time for Deco

Anúncios