Existem pessoas que se tornam muito especiais por conta de seus gestos. Realizam pequenas ações que fazem seu dia começar bem, que até fazem você sorrir à toa quando se lembra delas. Meu irmão do meio é uma dessas figuras, capaz de ligar no meio do dia quando sua música preferida está tocando no rádio e, assim que solta o “alô”, já aumenta o volume e é possível perceber toda sua animação.

É do tipo que prepara um lanchinho para a viagem, com direito a guardanapo com recado. Visita sua casa e deixa frase escrita no espelho ou traz um pacote de bolachas daqueles que você não encontra há anos, sabe?  São atitudes muito simples, mas cheias de afeto, que o tornam um cara realmente especial.

Com casas também acontece isso. Você percebe quando existe uma real preocupação com a ocupação do espaço, que ela é habitada de alguma maneira em qualquer ponto onde sua vista alcance, foi concebida para ser vivida, em sua totalidade. Mais do que móveis incríveis ou soluções mirabolantes, elas contêm envolvimento.

foto 1

foto 2

foto 3

foto 4

foto 5

foto 6

foto 7

foto 8

foto 9

foto 10

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Lalole Blog