Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

mês

fevereiro 2013

Pra sonhar um pouquinho mais…

Segundona sempre começa meio arrastada, a gente salta da cama porque não tem jeito mesmo. Na verdade, o aperto no coração já começa no domingo à noite, quando ficamos naquela torcida para que os ponteiros do relógio andem um pouco mais devagarinho. Ao menos, essa segunda começou com um belo dia ensolarado que, cá entre nós, já anima um pouco mais. Papo furado, né, desde quando um sol bacanudo anima a gente a trampar? Queremos mais é voltar para o fim de semana, colocar as pernas pro alto e curtir a preguiça. Se for em Bali, melhor ainda!

TH1

TH2

TH3

TH4

TH5

TH6

TH7

TH8

TH9

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Planete Deco

Patchwork na parede

Muita gente se encanta com uma parede repleta de cores e texturas e sua execução pode ser mais fácil do que se imagina.

home&garden

Tirando partido do papel para scrapbook, encontrado na medida aproximada de 30 X 30 cm, esse desejo poderá ser realizado. Como no exemplo acima, apenas um trecho da parede poderá ser coberto, que nem precisa ser diagramado de forma simétrica. Aliás, o charme está nessa baguncinha aparente. Não exige extrema habilidade e nem demanda muito tempo: cola branca diluída num pouco de água e verniz fosco para o acabamento. É bem provável que gaste muito mais tempo escolhendo as estampas, que são incríveis, do que executando o projeto todo.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Home&Garden

Decoração que muda com a idade

O quarto infantil é o cômodo da casa que mais sofre mudança num curto período de tempo: demanda ajustes em função da faixa etária, que muda num piscar de olhos. Então, uma boa alternativa é apostar em elementos que possam ser substituídos sem grandes transtornos. Ficou obsoleto, trocou. E o parceiro perfeito para esse feito continua sendo o adesivo vinílico que, além de econômico, é um material muito simples para se trabalhar.

babycrib01-dosfamily1

Num universo de paredes brancas, qualquer intervenção se torna mais viável.

babycrib06-dosfamily2

Silhuetas recortadas no adesivo em padrão madeira estampam a cômoda, a tornando um objeto exclusivo. E a vasta rede de computadores pode te ajudar a encontrá-las.

babycrib07-dosfamily3

Utilizando a mesma técnica de recorte, uma árvore enche a parede, onde poderá dispor em seus galhos uma série de acessórios que confiram vida e cor.

babycrib08-dosfamily4

Além do adesivo, repare que foram utilizados muitos acessórios em padrões geométricos, que não denunciam a idade. As cores mais ousadas fogem do clássico apelo aos tons pastéis, muito comum no refúgio dos pimpolhos.

babycrib09-dosfamily5

E, convenhamos, dá ou não para se empolgar e estender os recortes para outros cantos da casa?

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: DOS Family

Inaugurando uma casa de fazenda

Nem diria que essa casa nasceu de novo, mas estreou nessa vida em grande estilo, de tão bacana que ficou o resultado da renovação da antiga casa de fazenda. Fazendo muito uso de artesanato, cimento queimado e madeiramento original, fórmula de sucesso muito comum nos dias de hoje, seu mérito não para por aí. Ela migra com maestria do rústico para o contemporâneo, num banho caloroso proporcionado por um abuso certeiro de cores quentes. E, para não causar uma overdose de doer os olhos, inserções pastéis dão o ar da graça, transformando todos os espaços num espetáculo a parte.

ferme-renovee-viva-veda_01

ferme-renovee-viva-veda_02

ferme-renovee-viva-veda_03

ferme-renovee-viva-veda_a

ferme-renovee-viva-veda_04

ferme-renovee-viva-veda_05

ferme-renovee-viva-veda_06

ferme-renovee-viva-veda_7

ferme-renovee-viva-veda_8

ferme-renovee-viva-veda_b

ferme-renovee-viva-veda_9

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Turbulences Déco

Sala com varanda de araque

sala varanda - casa abril

Sim, esse apê é como muitos que encontramos por aí, sem nenhum pezinho pra fora. Mas, com a ajuda da cor certa, no lugar certo e com um layout interessante, eis que surge uma varanda de araque. O tapete deu uma mãozinha para separar meticulosamente os dois ambientes e o cinza da parede fez realçar a mesa e cadeiras, muito bem posicionadas abaixo de uma janela generosa. Mais uma vez, a tinta e a diagramação comprovam ser fiéis escudeiras na otimização de espaços.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Casa Abril

Jardim de inverno

jardim 1

Quem nunca sonhou em ter um jardim de inverno para, no frescor da manhã, cuidar das plantas e, ao cair da tarde, se refrescar com uma limonada bem geladinha acompanhada de um animado bate-papo? Convenhamos que em tempos de metragens diminutas, poucos são os sortudos a desfrutar de tremenda regalia, infelizmente…Mas, nem tudo está perdido. Pode ser que o “puxadinho” seja um sonho distante, no entanto as referências podem ser bem aproveitadas.

jardim 2

Madeira, vidro e tijolo é uma mistura que não costuma falhar e funciona super bem também em áreas internas.

jardim 3

Tecidos de vários padrões e cores alegram até os móveis mais caidinhos, trazendo um merecido aconchego para o corpo e olhos.

jardim 4

A vela é um artifício que sempre dá certo e nem precisa ser com suportes muito elaborados.

jardim 5

Tijolos e pranchas de madeira se transformam em móveis e, quanto mais vaso, melhor!

jardim 6

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Home&Garden

Investindo na sala de jantar

Para quem já experimentou pinceladas coloridas em acessórios espalhados pelo cafofo, desfrutou de seus poderes e ficou bem satisfeito, que tal agora focar num único ambiente ? E qual seria o ambiente eleito para tal empreitada? Na minha opinião, o lugar perfeito é a sala de jantar, por três motivos:

– por se tratar de um local de destaque, certamente as mudanças serão mais visíveis. No entanto, como normalmente divide o espaço com a cozinha ou sala de estar, ambientes que costumam ser mais neutros,  um pouco de abuso é ideal para demarcar seu território

– é um ponto de encontro com amigos e familiares, logo um lugar propício para festejos. Surpreender, animar a festa e ser um espetáculo caloroso é mais do que esperado para esse recinto

–  ninguém passa horas numa sala de jantar, o que abranda o fator  “e se enjoar”?

Não se deve subestimar o potencial da cor, ela agrega texturas, dimensões e sensações. Uma boa pedida é começar por eleger uma paleta que diferencie a sala de jantar de todo o resto e, sinceramente, não precisa ser muito drástica:

candytree

Com a quantidade de madeira existente nesse ambiente, a mesa desapareceria se não fossem as cores das cadeiras. No caso abaixo, foi a vez dos tons vibrantes se encarregarem de quebrar o monopólio do branco. Repare que, mesmo se os bancos e cadeiras fossem neutros, o colorido das almofadas já daria uma bela forcinha:

candytree50

Toalhas de mesa têm muito mérito e fugir de materiais convencionais pode ser o pulo do gato. O bom e velho jeans cria o clima despojado:

candytree53

Pendentes permitem uma iluminação bem intimista e são excelentes aliados, com modelos para todos os gostos. E, claro, os tapetes. Fecham o ambiente e conseguem dar uma turbinada. Acima, dois tapetes se transformam em um e, logo abaixo, quebra a monotonia com um banho de textura:

inredningsvis.se

Agora, se a ideia for contrastar de vez, a solução pode estar na escolha do material que destoe do restante:

designindulgences.com

Quadros e gravuras na parede também são ótimos recursos. Além de delimitarem o espaço, o enche de alegria e descontração:

pinterest

Se possui uma grande peça, abuse e a transforme no centro das atenções:

poppytalk

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Pinterest / Design Indulgences / Houzz / InredningsvisPoppytalk

Parede de papel

Nem tudo em uma parede precisa ser muito duradouro, se for feliz já está de bom tamanho:

shelterness

Papel recortado na parede! Super simples de fazer e, quando cansar, novos corações podem assumir o posto e a parede estará renovada outra vez. Aqui tem o tutorial.

you are my fave

E aqui tem essa outra versão.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Em clima de festa

Se não bastasse a atitude festiva do contraste azul turquesa/ berinjela, essa cozinha é farta em boas ideias.

casa abril - cozinha

Ocupando o espaço de um pequeno apê, seus materiais são bem descomplicados: compensado naval nos armários sob medida, associado ao revestimento da boa e velha fórmica, em versão cheia de cor. As portas de vidro remetem a antigas cristaleiras e luzes embutidas abaixo do módulo garantem uma boa iluminação na bancada. No teto, um pendente contribui com muito charme, enquanto o piso de cimento queimado confere um ar rústico e contemporâneo ao mesmo tempo. Nada mais versátil para um espaço diminuto do que uma mesa com nicho, além de cadeiras dobráveis que possam suprir a necessidade em outros ambientes. E, para completar o cenário, toda tropicalidade contida numa toalha florida e plantas. Sim, plantas são benvindas na cozinha também!

Aqui, aquiaqui, aqui e aqui tem outras possibilidades de uso do compensado.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Casa Abril

Blog no WordPress.com.

Acima ↑