Das passarelas ao universo da decoração, o neon já tem uma vasta lista de seguidores. Mesmo assim, muita gente ainda tem receio de inseri-lo em casa, afinal ele  chega chegando. Claro que tudo vai muito da ousadia de cada um e do contraste que se pretende dar ( sim, neon é perfeito para chocar, no bom sentindo!). Mas, pensando numa forma “sutil” de trazê-lo pra dentro de casa, separei dois cafofos que o usaram com grande maestria.

Nesse apê, com sotaque minimalista, o neon dividou o espaço com uma bela paleta de azuis, ficando confinado a algumas peças mobiliárias e acessórios:

A mesa, com linhas retas, virou o destaque numa sala povoada por pouco objetos.

O envolvimento de cores pastéis ajuda a abrandar a personalidade do neon.

Roupas de cama e pequenos acessórios que podem ser facilmente substituídos.

Na dúvida, a clássica combinação do branco e preto foi o recurso desse outro cafofo:

Enquanto no anterior o neon se destinou a móveis e acessórios, aqui ele é representado em muitas obras de arte.

Um mix de estampas geométricas, bem distribuídas ao longo da casa, quebra o clima “chapado” produzido pelo neon.

Nas duas situações, as bases para a entrada do neon foram bem estabelecidas, deixando o neon reinar em destaques pontuais, de modo que possa ser trocado assim que desejar.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: French by Design / Deco Crush