Já dizia Chico Science: ” Um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar…”. Sim, muitas vezes uma pequena atitude já é suficiente pra traçar um novo panorama.

Com móveis também é assim. Nem sempre é preciso algo mirabolante para se ter um móvel repaginado. Quer ver?

Pintando só uma parte:

Uma alternativa onde a “preguiça” contribui para se ter uma peça exclusiva. Pra fazer, nada capcioso, basta uma fita para delimitar a área.

Além da fita ajudar na pintura, ela também pode ser utilizada no lugar da tinta:

Pés de móveis também possuem potencial.Para quem tem receio de enjoar, com a fita  fica bem mais fácil, sem dizer que gastará super pouco tempo para a execução. Mesclar padrões de fitas também fica bacana e normalmente elas são encontradas à venda num pacote contendo 3 modelos, que combinam perfeitamente.

E para aquele móvel basicão que já perdeu a graça, uma pequena intervenção com adesivo vinílico:

Padrões geométricos são muitos fáceis de reproduzir e o vinil tem uma gama enorme de cores.

Escolher zonas menos óbvias para as intervenções pode ser uma maneira sutil e interessante:

E quando o puxador resolve?

A simples troca do puxador pode ser fator decisivo para se ter um móvel de cara nova, mesmo que sua pintura permaneça “no estado”.

Pequenas mudanças, mas que sempre encorajam a dar um próximo passo maior.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Kika Reichert / Le 13zor / Poppytalk / Pinterest / Apartment Therapy