Feriados presenteiam as cidades grandes com ruas calmas e vazias. Um convite pra conhecer melhor aqueles caminhos que em dias comuns a gente só percorre de carro. Bom também pra uma viagem, mas prefiro reservar dias mais tranquilos pra cair na estrada.

Pra quem curte a casa nesses dias, é tempo de usá-la, gastar o melhor tempo e torcer para que passe bem devagarinho, como essa adorável música da Tulipa Ruiz. Cortar as folhas secas das plantas, adubar as flores, lixar uns móveis e tentar descobrir cantinhos do cafofo que ainda não se apresentaram.

É, casa para servir de refúgio precisa ser descoberta, e só usando pra chegar lá. Carregar a mesa pro quintal e perceber que almoçar fora não quer dizer apenas rumar para um restaurante. Espalhar almofadas e colchões na área externa e sentir que tomar um solzinho ali mesmo pode ser bastante acolhedor. Usar um chuveirão na falta da piscina.

Arrumar alguns “pra que isso” e enfeitá-la, abrir escandalosamente as portas e janelas, acender o forno e perfumá-la com o cheiro de um bolo de cenoura. Aproveitar também pra ouvir bem alto aquela música que faça o corpo se mexer à toa enquanto pensa qual das ideias vale a pena colocar em prática.

Casa é pra viver, receber e ser ocupada, em toda sua extensão. Deixo pra vocês algumas imagens que talvez sirvam de inspiração. Tenham um excelente feriado. Mesmo que passe rapidinho, que seja delicioso!

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Planete Deco / Kika Reichert / Marie Claire Maison / Pinterest / Blog da Reforma / Revista Casa e Jardim / The Design Files / Chic Decó / DigsDigs / From Scandinavia with Love

Anúncios