Adotando o lema ” se não pode com eles, ao menos tente confundi-los”, tem gente mundão afora com gingado de sobra que não passa aperto se a cozinha não comporta a geladeira:

Carrega a danada pra sala, manda ver uma tinta colorida e cria um ambiente lúdico.

E não esmorece diante de um tampo de mesa riscado ou feio de amargar. Reveste com plástico colorido, daqueles clássicos encontrados em lojas populares:

E faz o melhor uso do tecido, substituindo a madeira e o marceneiro:

E ainda cria um espaço extra na mesa de trabalho, sobrepondo um tampo de vidro:

Essa aí dava facilmente pra ser feita com pallet. Muitas vezes, as soluções são mais simples e baratas do que imaginamos e não significam um improviso, mas sim uma saída original.

Aprender a enxergar materiais e usos de outras maneiras, com visitas atentas a outros estabelecimentos além dos de costume, pode ser mais surpreendente do que se imagina.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Apartment Therapy / Casa de Valentina / Selina Lake / Kika Richert / Damask et Dentelle