Já citei em post anterior o quanto o estilo industrial se fez presente na minha vida, desde o tão sonhado CBGB de terras estrangeiras até o extinto Retrô com suas paredes detonadas de tijolinho aparente em contraste com as demais paredes pretas.

Para quem não sabe, eram espaços noturnos onde rolavam shows de bandas independentes, na época em que precisávamos bater muita perna para descobrir o que acontecia no mundo da música. Conseguir uma demo, em fita K7, era uma alegria!

Como essas casas noturnas, existiram muitas na mesma tendência de decoração, consideradas de mau gosto por seus ambientes escuros, lustres desgastados, pisos antigos. E, atualmente, as pessoas têm resgatado esse estilo, tanto em objetos quanto em projetos arquitetônicos.

Para quem aprecia o gênero, uma selação de ambientes com releituras do visual industrial, um verdadeiro deleite e muita nostalgia para aqueles que trocaram uma boa noite de sono por uma pista de dança abafada!

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Apartment Therapy / Dust Jacket / Design Sponge / Etxekodeco / My Paradissi / Remodelista / Birch+Bird / Zsa Zsa Bellagio