Para ser mais precisa, do Pelourinho. Se tem um uma coisa que me encanta nos baianos é a ousadia em abusar das cores. Também, pudera: com um solzão amarelo no céu, um azulzão no mar,  é necessário fazer jus também na terra.

Telas com franzidos multicoloridos adornam janelas e batentes:

Um chameguinho à parte no meio de fachadas repletas de cores intensas!

Super fácil de fazer. O que vai precisar:

– telas usadas para pintura

– tiras de tecido de aproximadamente 5 cm de largura, que deverão receber uma costura bem na metade de sua largura, ao longo de todo comprimento, a fim de produzir um franzido semelhante a um babado

– grampeador de estofados

As tiras são presas lado a lado, fixadas à tela sobre a costura do franzido com o grampeador.Vale lembrar que o comprimento das tiras deverá ser maior que o comprimento da tela por conta do franzido.

Dá ou não pra adornar a casa com alguns desses? Deve ficar incrível em batentes internos, como quadrinhos em cantinhos que precisam de um toque colorido ou, se essas tiras forem fixadas numa prancha de compensado revestida com espuma, funciona como uma cabeceira de cama. Um mix de tecido liso e floral também deve fazer bonito.

Utilizando o mesmo conceito de tela revestida, uma linda parede de chita:

Essa ainda é bem mais fácil: tela + cola branca diluída em água + tecido. Costumo passar a cola também sobre o tecido e, depois de seco, verniz spray fosco. Ótimo para quem está pensando em revestir uma parede com tecido e está com medo de enjoar. Quando cansar, basta trocar a estampa ou retirar as telas.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.