Sou neta de espanhóis. Então expliquei boa parte do título nessa frase, né? Mas calma aí…Lembra dessa cozinha que postei?

Pois encontrei uns pedacinhos da casa que tem essa cozinha maravilhosa e, para minha surpresa (ou não ) é de uma moça florista, que prepara uma paella com uma cara espetacular:

Pra mim, paella representa o que gosto de ver em decoração: muitas misturas e cores. O mix do improvável que dá certo. Linguiça com camarão. E tudo junto e misturado, com um segredo: o momento certo de adicionar cada um dos ingredientes, na dose certa. E é exatamente isso que essa casa retrata:

Um retrato de gente feliz, que decora a casa da mesma forma como cozinha: com gosto! Minha avó materna, a espanhola Maria, era assim. Dadaísta de coração, inventora de moda. Da sua própria moda.

Embora com um estilo muito diferente da casa acima, essa também é um exemplo de gente que inventa e mistura as cadeiras:

que não tem medo de ousar usando um lustre enorme e vermelho:

que prende jarros na parede e “borda” assento e encosto:

e que sonha com vários badulaques:

Pra cada um, a decoração tem um gosto. Alguns, seguem uma receita. Outros, preferem experimentar diversos temperos e ingredientes.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: You Found Keke / Vosgesparis / The Design Files