Geniais as alternativas encontradas nessa cozinha para demarcar cada uma das áreas. A bancada se encarregou da separação cozinha / sala de jantar. Até aí, nenhum recurso totalmente inovador. Mas repararam nos limites do azulejo? Saída bem prática e eficiente.

Além disso, uma estratégica parede pintada de rosa deu uma bela quebrada no clima completamente asséptico e realçou a prateleira. Achei ótimo também que a pintura fugiu do padrão “quadradinha”, ela acompanhou o armário, não o azulejo. Parece bobagem, mas essa “diagramação” rendeu bônus extra para a cozinha planejada.

Por fim, a estante/prateleira, juntamente com a luminária de piso e o tapete, resgataram a atmosfera sala de estar, criando ambientes plenamente distintos. Cozinha integrada sim, mas cada macaco no seu galho!

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: NIB – Norske interiørblogger