Além da falta de tempo que compromete a vida da maioria, inclusive a minha ( ontem não teve post!), a falta de espaço também é um fator com o qual muita gente lida.

Imagine viver em 36 m2? Haja ginástica e neurônios para acomodar tudo sem criar espaços tumultuados. No caso desse apê, o pulo do gato ficou por conta da marcenaria.

Ok, outra coisa difícil da gente arrumar, né? Marceneiro bacana é artigo raro, começo até a entender porque meu pai, na época em que fez os armários embutidos, hospedou os marceneiros lá em casa…

Olha que genial essa cama embutida:

E não é que tem até cabeceira? Transformar um cômodo em formato de L para servir de sala, cozinha, quarto e quarto de estudos demanda um excelente senso de otimização de espaço, que inclui móveis até no hall de entrada:

E, apesar de apertadinho, tudo foi minuciosamente planejado e ficou com aspecto de ser muito maior. Veja aqui o apê todo.

A outra alternativa utilizada por esse casal de arquitetos foi a verticalização. Tá certo que eles são experts no assunto, inclusive vale uma visitinha para conhecer o trabalho deles.

Independente do estilo ou da alternativa escolhida, uma coisa é certa: é preciso treinar o desapego a muitas coisas se quiser viver melhor num espaço pequeno. Além, é claro, de uma boa dose de disciplina…

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fontes: Delikatissen / Remodelista

Anúncios