Pra mim, cozinhas não podem nunca perder o aconchego de qualquer outro cômodo da casa e adoro acordar, passar o café, e ficar pensando na morte da bezerra enquanto aquele solzinho ainda fraco dá o ar da graça na janela.

São aqueles primeiros instantes do dia mais calmos, onde ainda meio dormindo você joga um pouquinho de água naquela plantinha que nem reparou direito antes de se deitar.

A cozinha abaixo é uma dessas, onde parece que a vida passa mais devagar.

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Creative Living