Vocês já pararam pra pensar por que os cantinhos são tão atraentes? Por serem “inhos”, arriscamos muito mais, ousamos nas cores que não teríamos coragem para pintar uma parede toda e criamos verdadeiras misturebas de elementos.

Gostamos deles porque possuem alma, falam, se expressam. Tem casas que conseguem ser um cantinho contínuo. Ousadia requer coragem, coragem de errar e ser quem você é.

Casa da artista Isabelle Tuchband – The Selby

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Anúncios