Esses últimos dias foram marcados por médias insatisfações. Pra mim, são as piores. Se pequenas, a gente não dá bola. Se são grandes, a gente se atola de uma vez e, mais cedo ou tarde, resolve.

Agora, médias? Destesto tudo que fica no meio do caminho. Meio termo? Coisa desagrádavel. Fica como casquinha de ferida que, quando você acha que melhorou, dá uma raspadinha e suja seu vestido. Pronto, estragou o dia!

E o pior é que elas nunca aparecem desacompanhadas, já repararam? Basta estar insatisfeito que junta um monte de infelizes do seu lado. Repare. Não precisa nem abrir a boca, é o gesto, o olhar, atrai até engano, ligação de gente te xingando. Aconteceu essa semana.

Vixi, chega! Finalmente é sexta e, como toda sexta, acendo minha velinha branca. Tenho meus santinhos sobre a cristaleira e a oração pra São Jorge não falha. Não sigo nenhuma religião, tenho fé. E muita: na vida, nas pessoas, na mudança.  Acredito até em milagres, pequenos e gigantes.

Quando a gente está com esse incômodo, o melhor é arrumar o que fazer. Ocupar a mão, a cabeça e a imaginação. Uma hora clareia. Por isso, e também por amanhã ser final de semana, para adornar seu cafofo gastando pouco, trouxe esse lustre feito de vaso:

Achei lindão! E facílimo de fazer, olhe aqui. É pra não pensar em nada mesmo, apenas se aplaudir quando terminar, porque as chances de dar errado são pequenas😀. Deve ficar super bacana com aqueles vasos tipo tulipa. E, indo mais longe: a parte interna pintada com cor de doer o olho, já pensou? Revestir o exterior com renda, tecido, amarrações de fitas…Pronto, já tô animada!

Curta a page do Forma:Plural no Facebook aqui.

Fonte: Apartment Therapy