Ter um lugarzinho só nosso, onde possamos relaxar depois de um dia de trabalho, receber os amigos ou apenas ficar quietinho, lendo um livro ou cuidando das plantas.

Cada qual sonha a sua maneira e tenta concretizar da melhor forma possível, mesmo que esse sonho seja “alugado”.  Sim, sonhos alugados também podem ser personalizados, afinal de contas tudo depende de quem sonha.

E foi justamente isso que Jessica e Michael fizeram na casinha australiana alugada: encheram de referências, objetos e histórias e, em apenas 6 meses, a transformaram no cafofo eclético de seus sonhos.

Obras pelas paredes traduzem momentos importantes, então nada melhor que pendurá-las e ter um pouco de história para contar aos convidados:

Objetos e móveis vintage, uma saída personalizada e estratégica para trazer uma atitude única ao lar:

Sapatos preferidos à mostra. Tive uma amiga que sempre comentou que os sapatos dizem muito sobre a pessoa. Talvez seja essa a proposta da moradora…

Um espação externo super bem aproveitado que, em dias festivos, certamente é o mais concorrido:

Nada  excepcional, mas percebe-se o desprendimento a qualquer regra e, principalmente, uma prova de que não ter uma casa própria signifique morar na casa dos outros.

Fonte: The Design Files