Demorei um tempo razoável para me simpatizar com esse item bastante versátil e bacana que se chama prateleira e a responsável foi minha filha Stephanie,  usando infinitos argumentos em defesa de  sua utilidade.

Tá certo que ela praticamente enfiou as prateleiras na minha vida, ou melhor dizendo, no seu quarto todo. Sabe como é mãe, de tanto filho buzinar, tem vezes que a gente cede pra cessar a pentelhação.

Tenho que dar o braço a torcer e dizer que o projeto da Stephanie ficou super bom, ela armazena as garrafas de cerveja que coleciona, alguns vinis roubados da minha pessoa e tranqueirinhas de estimação.

Tanto simpatizei, que já rendeu um post anterior aqui e esse com  uma seleção de aparições em diferentes cômodos e com modelos de alvenaria, de madeira bruta, das basiquetas, das modernosas e essa logo abaixo que é minha preferida, uma originalíssima usada em trens da década de 60:

Fontes: Design Sponge / Bohemian Vintage / Hilda Grahnat / Interiors Originals / Remodelista / The Fabric of my Life / The Selby / The Style Files / Zsa Zsa Bellagio

Anúncios