Busca

Forma : Plural

Releitura do viver bem

mês

novembro 2011

Mesa descontraída

Sempre gostei das festas caseiras, aquelas com cara de que foi você mesma que fez, com direito a imperfeições e improvisos durante o percurso.

Mesa no quintal, com luzinhas que poderiam ser as natalinas mesmo:

As cadeiras da casa reunidas para que não falte lugar pra ninguém, e fitas, muitas fitas penduradas:

Poltrona emprestada da sala ou quarto e mesinha de apoio que também pode ter sido tirada de qualquer lugar:

Vidros que seriam descartados viram enfeites e uma bandeja despretensiosa, que vira suporte de velas:

Um laço de tecido com tag que você mesma pode fazer:

E livros como suportes:

Fonte: Cakies

Despretensão

Quando me deparei com as fotos desse apartamento situado em Londres, fiquei impressionada com a sensação de despretensão de organização  que me causou.

Parece que foram somados os itens mais queridos da proprietária e pronto! Muitas vezes, unir cores com objetos prediletos pode ser mais surpreendente do que se imagina…

Fonte: Inga Powilleit

Floral

Embora o tempo ande no modo shuffle, finalmente o sol deu o ar da graça!

O verão é uma estação  que pede portas e janelas abertas e permite cenários e combinações  muito mais coloridas ( no meu caso, cor é para qualquer estação ).

Para aqueles que não querem ousar muito, mas pretendem inserir um pouco de cor, os florais são excelentes.

Fontes: Trendey / Apartment Therapy / Decor8

Magda Sayeg

Fugindo do tradicional pullover , Magda Sayeg prefere vestir escadas, muros, placas de sinalização, postes e até ônibus. Ela apenas trocou a tinta spray do grafite por fios…

Vale a pena conhecer mais : www.knittaplease.com

Muito bem resolvido

Com apenas 37 m2, esse apartamento é super bem resolvido nos quesitos distribuição do mobiliário, iluminação e cores. Embora seja sueco, as dimensões se comparam muito com as que dispomos nos apartamentos aqui no Brasil.

Fonte: 79 Ideas

Cores: Marrocos

Fonte: Habitually Chic

Descobrindo o preto

Nunca imaginei pintar nenhum móvel de preto, até o momento em que escolhi pintar as paredes da sala e corredor de azul claro dos infernos.

Corzinha ingrata!  Confesso ter uma extrema dificuldade com essas cores frias e neutras e tenho sofrido um bocado para renovar com tinta todo o mobiliário.

Vi que com o branco essa cor vai super bem, mas os quartos também são pintados do mesmo azul e, os armários embutidos, brancos. Tá bom demais, né?

Um dia, brincando com meu filho, montamos um robô de papel cartão preto. Quando terminamos e o prendemos na parede, enxerguei ali que era aquilo que precisava: algum móvel preto.

Agora, estou às voltas com a pesquisa para entender o ” comportamento” do preto e,  se interessar a alguém , aí vai:

Fontes: 79 Ideas / Decor8 / Delikatissen / Heather Nette King / Inspire Bohemia / Knack

O que vai na parede?

Páginas de livros:

Pratos, valem os de plástico ou de papelão também:

A sobra do papel de parede enquadrada, mas também pode ser um pedaço de tecido…

Páginas de revista, gibis ou cartões…

Poster, cartazes…

um chifre de alce com enfeites natalinos?

um monte de livros…

o que você quiser!

Fontes: 79 Ideas / Delikatissen / Love made me do it

Simplicidade e uma pincelada de cor

Separei as fotos dessa casa porque ela mistura super bem o rústico, móveis vintage, estampas e cores. As paredes também merecem um olhar todo especial…

Fonte: Marie Claire Maison

Blog no WordPress.com.

Acima ↑